Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

Pedindo desculpas aos leitores por este blog ter ficado algumas horas fora do ar, ontem e hoje, devido ao acúmulo de acessos

SIMULTÂNEOS,

excedendo o número de 11 mil acessos ao mesmo tempo, o que provocou seu ‘travamento’, reproduzo aqui o meu texto publicado em  “Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas”, O que deu motivo A este “engarrafamento virtual”.

O problema não se repetirá, pois este blog doravante terá acesso ilimitado

***

Foram oito anos de bombardeio intenso, tiroteio de deboches, ofensas de todo jeito, ridicularia, referências mordazes, críticas cruéis, calúnias até. E sem o conforto das contrapartidas. Jamais foi chamada de “a Cara” por ninguém, nem teve a imprensa internacional a lhe tecer elogios, muito menos admiradores políticos e partidários fizeram sua defesa. À “companheira” número 1 da República, muito osso, afagos poucos. Ah, dirão os de sempre, e as mordomias? As facilidades? O vidão? E eu rebaterei: E o fim da privacidade? A imprensa sempre de olho, botando lente de aumento pra encontrar defeito? E as hostilidades públicas? E as desfeitas? E a maneira desrespeitosa com que foi constantemente tratada, sem a menor cerimônia, por grande parte da mídia? Arremedando-a, desfeiteando-a, diminuindo-a? E as frequentes provas de desconfiança, daqui e dali? E – pior de tudo – os boatos infundados e maldosos, com o fim exclusivo e único de desagregar o casal, a família? Ah, meus queridos, Marisa Letícia Lula da Silva precisou ter coragem e estômago para suportar esses oito anos de maledicências e ataques. E ela teve.
Começaram criticando-a por estar sempre ao lado do marido nas solenidades. Como se acompanhar o parceiro não fosse o papel tradicional da mulher mãe de família em nossa sociedade. Depois, implicaram com o silêncio dela, a “mudez”, a maneira quieta de ser. Na verdade, uma prova mais do que evidente de sua sabedoria. Falar o quê, quando, todos sabem, primeira-dama não é cargo, não é emprego, não é profissão? Ah, mas tudo que “eles” queriam era ver dona Marisa Letícia se atrapalhar com as palavras para, mais uma vez, com aquela crueldade venenosa que lhes é peculiar, compará-la à antecessora, Ruth Cardoso, com seu colar poderoso de doutorados e mestrados. Agora, me digam, quantas mulheres neste grande e pujante país podem se vangloriar de ter um doutorado? Assim como, por outro lado, não são tantas as mulheres no Brasil que conseguem manter em harmonia uma família discreta e reservada, como tem Marisa Letícia. E não são também em grande número aquelas que contam, durante e depois de tantos anos de casamento, com o respeito implícito e explícito do marido, as boas ausências sempre feitas por Luís Inácio Lula da Silva a ela, o carinho frequentemente manifestado por ele. E isso não é um mérito? Não é um exemplo bom?
Passemos agora às desfeitas ao que, no entanto, eu considero o mérito mais relevante de nossa ex-primeira-dama: a brasilidade. Foi um apedrejamento sem trégua, quando Marisa Letícia, ao lado do marido presidente, decidiu abrir a Granja do Torto para as festas juninas. A mais singela de nossas festas populares, aquela com Brasil nas veias, celebrando os santos de nossas preferências, nossa culinária, os jogos e as brincadeiras. Prestigiando o povo brasileiro no que tem de melhor: a simplicidade sábia dos Jecas Tatus, a convivência fraterna, o riso solto, a ingenuidade bonita da vida rural. Fizeram chacota por Lula colar bandeirinhas com dona Marisa, como se a cumplicidade do casal lhes causasse desconforto. Imprensa colonizada e tola, metida a chique. Fazem lembrar “emergentes” metidos a sebo que jamais poderiam entender a beleza de um pau de sebo “arrodeado” de fitinhas coloridas. Jornalistas mais criteriosos saberiam que a devoção de Marisa pelo Santo Antônio, levado pelo presidente em estandarte nas procissões, não é aprendida, nem inventada. É legitimidade pura. Filha de um Antônio (Antônio João Casa), de família de agricultores italianos imigrantes, lombardos lá de Bérgamo, Marisa até os cinco de idade viveu num sítio com os dez irmãos, onde o avô paterno, Giovanni Casa, devotíssimo, construiu uma capela de Santo Antônio. Até hoje ela existe, está lá pra quem quiser conferir, no bairro que leva o nome da família de Marisa, Bairro dos Casa, onde antes foi o sítio de suas raízes, na periferia de São Bernardo do Campo. Os Casa, de Marisa Letícia, meus amores, foram tão imigrantes quanto os Matarazzo e outros tantos, que ajudaram a construir o Brasil.
Outro traço brasileiro dela, que acho lindo, é o prestígio às cores nacionais, sempre reverenciadas em suas roupas no Dia da Pátria. Obras de costureiros nossos, nomes brasileiros, sem os abstracionismos fashion de quem gosta de copiar a moda estrangeira. Eram os coletes de crochê, os bordados artesanais, as rendas nossas de cada dia. Isso sim é ser chique, o resto é conversa fiada. No poder, ao lado do marido, ela claramente se empenhou em fazer bonito nas viagens, nas visitas oficiais, nas cerimônias protocolares. Qualquer olhar atento percebe que, a partir do momento em que se vestir bem passou a ser uma preocupação, Marisa Letícia evoluiu a cada dia, refinou-se, depurou o gosto, dando um olé geral em sua última aparição como primeira-dama do Brasil, na cerimônia de sábado passado, no Palácio do Planalto, quando, desculpem-me as demais, era seguramente a presença feminina mais elegante. Evoluiu no corte do cabelo, no penteado, na maquiagem e, até, nos tão criticados reparos estéticos, que a fizeram mais jovem e bonita. Atire a primeira pedra a mulher que, em posição de grande visibilidade, não fez uma plástica, não deu uma puxadinha leve, não aplicou uma injeçãozinha básica de botox, mesmo que light, ou não recorreu aos cremes noturnos. Ora essa, façam-me o favor!
Cobraram de Marisa Letícia um “trabalho social nacional”, um projeto amplo nos moldes do Comunidade Solidária de Ruth Cardoso. Pura malícia de quem queria vê-la cair na armadilha e se enrascar numa das mais difíceis, delicadas e técnicas esferas de atuação: a área social. Inteligente, Marisa Letícia dedicou-se ao que ela sempre melhor soube fazer: ser esteio do marido, ser seu regaço, seu sossego. Escutá-lo e, se necessário, opinar. Transmitir-lhe confiança e firmeza. E isso, segundo declarações dadas por ele, ela sempre fez. Foi quem saiu às ruas em passeata, mobilizando centenas de mulheres, quando os maridos delas, sindicalistas, estavam na prisão. Foi quem costurou a primeira bandeira do PT. E, corajosa, arriscou a pele, franqueando sua casa às reuniões dos metalúrgicos, quando a ditadura proibiu os sindicatos. Foi companheira, foi amiga e leal ao marido o tempo todo. Foi amável e cordial com todos que dela se aproximaram. Não há um único relato de episódio de arrogância ou desfeita feita por ela a alguém, como primeira-dama do país. A dona de casa que cuida do jardim, planta horta, se preocupa com a dieta do maridão e protege a família formou e forma, com Lula, um verdadeiro casal. Daqueles que, infelizmente, cada vez mais escasseiam.
Este é o meu reconhecimento ao papel muito bem desempenhado por Marisa Letícia Lula da Silva nesses oito anos. Tivesse dito tudo isso antes, eu seria chamada de bajuladora. Esperei-a deixar o poder para lhe fazer a Justiça que merece.

DONA MARISA E LULA Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

Lula e Marisa Letícia da Silva. Foto: reprodução

Marisa Letícia 2 Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

O estilo de dona Marisa Letícia evoluiu ao longo do período em que foi primeira-dama. Na montagem acima, bons momentos em que demonstrou sua elegância.

Marisa Letícia1 Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

Marisa Letícia soube valorizar o artesanato brasileiro na moda como nenhuma outra primeira-dama. Vejam, nos looks acima, a bolsa é de fuxico e as rendas são tipicamente brasileiras.

20090925214420 106617 large marisa leticia e michelle obama Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

Com Michelle Obama. Duas lindas mulheres. Foto: reprodução

55 ideias sobre “Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas

  1. Belíssimo e singelo texto que exprime o que todos sentimos.
    Parabéns por ter dito e dado voz ao que muitos de nós gostaríamos de ter dito a ela.

  2. Hilde, precisamos rezar pela Mariza Letícia, não que eu vá voltar ao PT depois que ele saiu do poder, mas numa explicação oriental, toda AVC é resultado de uma grande pressão intelectual-social sobre nosso cérebros, quando não é por má alimentação ou muito café e coca cola-cigarro-bebida alcólica(que D.Mariza nunca deu notícia). Isso todos nós podemos orar, para afastar da D.Mariza essa guerra política de nível baixíssimo que o Brasil vem proliferando, com clichês bastante démodées, golpistas-fascistas-coxinhas x petistas-comunistas-petralhas(um verdadeiro retardo à nossa democracia). Vamos orar 10 Aves Marias e 10 Padres Nossos antes de dormir e antes de almoçar, que Deus nos escutará e virá ver a Sra Mariza Leticia para voltar ou nos deixar numa decisão do Todo Poderoso com o auxílio dos Médicos do Hospital Sírio Libanês. Abraço de Fé-ALeS.

  3. Per-fei-to…sem tirar nem colocar uma vírgula… No tratamento dado a esta mulher, fica claro o rumo que o país está tomando…é assustador, tenebroso, sinistro, dantesco o que vem pela frente…

    • *Chorei!
      Colo grau em História dia 17 de março graças ao ProUne e dedico a Dona Marisa está minha vitória com 56 anos. Força companheira, Deus no comando e Santo Antônio ao seu lado sussurrando “levanta”

      • Que lindo ver que ainda existe quem saiba RECONHECER,ao invés de Critucar,depreciar etc. PARABÉNS!!!certamente você é merecedora dessa VITÓRIA.

  4. Pingback: Hildegard Angel diz as palavras que precisam ser ditas sobre MarisaPoliarquia > | Poliarquia

  5. VOCÊ FOI ELEGANTE COM SUAS PALAVRAS SÁBIAS MOSTRANDO QUEM FOI E É A ESPOSA DO LUIZ INA´CIO LULA DA SILVA O MELHOR PRESIDENTE DO BRASIL.PARABÉNS!

  6. quem faz desfeitas dela, são as “famosas pessoas do ostracismo” que jamais chegarão onde ela chegou.

  7. DONA MARISA LETICIA UMA MULHER DIGNA DE RESPEITO PRIMEIRAMENTE COMO CRISTA COMO SER HUMANO COMO NOSSA IRMA E SEMELHANTE COMO FILHA DE DEUS COMO TODOS NOS SOMOS A NOSSA EX PRIMEIRA DAMA E UMA MULHER DE MUITA FIBRA JA PASSOU OS PIORES MOMENTOS DA VIDA NO PASSADO COMO EX PRIMEIRA DAMA DA MATARLUGIA DO BRASIL COMO ESPOSA DO NOSSO QUERIDO IRMAO E SEMELHANTE LULA COMO EX PRESIDENTE DO SINDICATO DOS METARLUGICO DO ABC PAULISTA DONA MARISA LETICIA RESPEITO A SENHORA COMO SEMPRE RESPEITEI MINHA MAE MESMO TENDO SIDO ABANDONADO POR ELA QUANDO CRIANÇA POR OBRA DO DESTINO DESEJO A SENHORA EM NOME DE DEUS O SEU RESTABELECIMENTO A SUA SAUDE PARA QUE A SENHORA POSSA CUMPRIR O QUE PROMETEU NO DIA DO SEU CASAMENTO CUIDAR DO MARIDO VIVER A VIVER A VIDA A DOIS COMO SE FOSSE UM SO CORPO AMAR E VIVER VIVER ATE O DIA QUE DEUS NOS PERMITIR AMAR AO PROXIMO E UMA DADIVA DE DEUS ISTO COM CERTESA ELA TEM JUNTAMENTE COM O SEU MARIDO O EX PRESIDENTE DE TODOS NOS O NOSSO LUIZ INACIO LULA DA SILVA MEU CONTERANEO DE GARANHUNS DE CORPO E ALMA.

  8. Que lindo texto, Hilde! Foi uma merecida homenagem. Duvido que aquelas senhoras que foram protestar contra a presença de dona Marisa no Sírio Libanês teriam um décimo da competência e da fibra de dona Marisa. Emocionei-me com seu texto.
    Tomara que o companheiro Lula o releia para dona Marisa.

  9. Belo texto! A verdadeira essencia de uma mulher. Corajosa e integra. Bravo D. Marisa Leticia. Deus vai lhe abençoar sempre! Porque os justos sao vitoriosos, sempre. Beijos.

  10. Eu admiro Maria Letícia, não acrescentarei o resto ao nome , pois esse manchou a dignidade desta mulher. Alias, esse crápula manchou o Brasil.
    Ele sim, deveria pagar por todas as dores, de cada brasileiro.
    Mais, e poderia ter saído, ou quem sabe, ele é obrigada a fazer esse papel.

    O Brasil sangra, pois o homem que disse ser do povo, é na verdade, um pilantra.

    Sinto por ela, assim como muita mulheres sofrem pelo fato de ter seu coração se apaixonado por seres ou bichos. Que DEUS tenha piedade, e faça dela um anjo de luz, e que tenha uma missão de voltar a terra.

    • Só uma pergunta pra você Adelmo: você de fato conhece Lula? Ou ainda, você tem ou acessou provas das acusações que você repete contra ele? Já parou pra pensar na origem dessa sua crença de que Lula é um “pilantra”?

  11. Perfeito. Infelizmente somos um povo rude metido a besta. Negamos a nós mesmos no que temos de nosso e, colono eterno do mundo fashion, prestamo-nos a escolher janotas para nós governar. Taí a maior capital do país, erguida por nordestinos e pobres de todos os lugares do país, que não me deixa mentir.

    • Doces e poderosas palavras de um “Angel” contra o fel do ódio expressado por repugnantes demônios…

  12. Gosrei… Não entendo dessas coisas – de etiqueta feminina -, mas a sua publicação sobre D. Marisa Leticia Lula da Silva foi esplendorosa… Enchergo os dois como autênticos representantes da classe mais necessitada e por naturaza não devem ser cobrados, pelo contrário, eles devem ser ajudados… Assim, teriamos mais retorno, mais igualdade, solidariedade e tantos outros ganhos, sem preconceitos ou qualquer outro sentimento mesquinho… Eu até acho que o estilo dela pode-se comparar ao da minha mãe!… (risos)… É isso, parabéns as duas, você Maria do Rosário, pelo excelente texto e, para a “D. Marisa Silva”… Ser humano. A quem devemos respeito e solidariedade. Abraços.

  13. Muito infeliz e desrespeitosa a comparação desta senhora com Michele Obama.Esta sim uma primeira dama completa.Trabalhando ao lado do marido os 8 anos do mandato dele.viajando mundo afora levando paz e ajuda aos necessitados.Em nosso pais liderando todas as causas em defesas dos desafortunados da saude e da pobreza.Levando a cultura para dentro da vida de todos.
    Agora me digam o que esta senhora fez ao lado do marido nos 8 anos do mandato dele.Qual foi o papel dela todas as vezes que esteve oa lado do marido?
    Qual hospital? Clinica.? Creche ? Universidade ? que ela fez alguma coisa a favor ou construiu ?
    Ok .Ela não foi agraciada pela vida com estudo !
    Ok .Ela não foi agraciada pela vida com educação !
    Ok .Ela não foi agraciada pela vida com beleza !
    Ok . Ela não foi agraciada pela vida com inteligencia !
    E ai o que tem o povo brasileiro haver com isso?
    A oportunidade que teve foi de cair no colo dela de bandeja atraves das falcatruas de seu marido o cargo de primeira da de um país.
    Ela poderia ter se cerdado de profissionais a seu redor que ajudariam ela a fazer tudo o que ela não fez durante os 8 anos em que se plastificou toda ficando mas feia do que quando nasceu.Se vestiu desastrosamente achando que estava arrasando.E ganhou o trofeu.Mas Faz Nada Por Seu País.
    O nome todo desta senhora representa somente uma palavra IGNORANCIA em todos os sentidos.
    Hildegard.Respeito seu trabalho.Respeito sua trajetoria de vida e de sua familia.Sou seu fãn de carteirinha. Mas dessa vez.Você pisou na bola feio com o povo Brasileiro. Desculpe não da para engolir a infeliz comparação de uma pessoa completamente inutil a Michele Obama.

    • Como você é pequeno, Jordan. Parece um colunista social provinciano, que vive de lamber botas de oligarcas de plantão. Você é o velho Brasil, deslumbrado como colonizado, pelos ianques. Como você é frívolo e bobo.

    • Com perdão da palavra, grande merda é esta sra Obama. Só pq é intelectual, rica dos “Esteitis”. Ah vá puxar saco de estrangeiro lá na tonga da milonga.

  14. QUERO EXPRESSAR AQUI A MINHA SOLIDARIEDADE À FAMÍLIA DO NOSSO QUERIDO PRESIDENTE LULA, O MELHOR PRESIDENTE QUE O brasil JÁ TEVE. É O POLÍTICO MAIS HONESTO E DIGNO QUE O povo brasileiro CONHECEU. O MELHOR ESTADISTA QUE GOVERNOU este país E este povo. “E POR TRÁS DE UM GRANDE HOMEM SEMPRE EXISTE UMA GRANDE MULHER”.

  15. BRILHANTE ! TUDO QUE EU GOSTARIA DE FALAR E NÃO SABIA COMO ! Uma VERGONHA nas Redes Sociais, o “assassinato” que estão fazendo de D. Mariza! Ali, senhoras Religiosas, que se dizem “do bem”, desejam MAL à ela! Onde botocadas e plastificadas, debocham das plásticas dela, escondidas atrás de seus computadores, emplastadas de cremes importados pra rejuvenecer! Onde “educadas” falam coisas horríveis ! Foi um banho de críticas porque ela se internou no Sirio-Libanês, perguntando porque não ia para o SUS! Ignorantes, se esqueceram que Dona Ruth Cardoso, também foi para o Sirio-Libanês! E de lá transferida para o para o UNIFESP, onde estava seu Médico PARTICULAR ! Gente “politizada” que não sabe que Presidentes da República, tem Plano de Saúde Vitalício! Todos eles !! Uma pode tudo! A outra não pode nada! Elite de quinta ! Porque Elite de verdade, tem Educação e Princípios ! E não escreve em público tanta baixaria!!! Lula e D. Marisa, foram ao enterro de D. Ruth, mesmo sendo adversário politico de FHC!! Os cães ladram….a caravana passa….

  16. Excelente texto! Você definiu d. Marisa muito bem. É um absurdo os tamanhos disparates que essa nossa sociedade vem cometendo contra ela e sua família num momento tão delicado .

  17. Hilde querida: que beleza de texto! Suas palavras me tocaram o coração. Sua maneira de olhar o mundo revela a pessoa que você é : sensível e corajosa. um beijo grande, com muito carinho e admiração,

  18. Pingback: Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas, por Hildegard AngelPoliarquia > | Poliarquia

  19. Consegui mostrar algumas verdades: Dona Marisa como ela é; A mediocridade de nossos emergentes hollowin; Nossa elite secular sectaria e Nossa “impressa”…

  20. Fostes profundas nas tuas palavras. Texto singelo que representa muito bem a nosssa ex primeira dama Senhora Marisa Letícia que com s graca de Deus vai se recuperar! Obrigada Hildegard❤❤❤❤

  21. Parabéns. O Brasil precisa desesperadamente de pessoas lúcidas como a Senhora. Os brasileiros precisam ler esse texto, para não se deixarem levar pelo clima de ódio que cresce pelo país afora. Fica o meu agradecimento.

  22. Pingback: Marisa Letícia Lula da Silva: as palavras que precisavam ser ditas 

  23. SEMPRE BELA HILDE
    O texto é impecável e verdadeiro. Principalmente vindo de você que transita maravilhosamente em qualquer nível e, portanto e naturalmente, “vê” muito mais do que a maioria. Parabéns pela lucidez pela justiça feita a uma mulher simples que se tornou única.

  24. Obrigada, muito obrigada, Hildegard, você se expôs com dignidade à crítica dos que não têm alma. Você disse tudo sobre a mídia grosseira e despudorada que transforma pessoas em motivo de chacota e zombaria. Triste mundo o nosso. Estou temendo abrir o facebook e encontrar lá as piadas grosseiras de praxe sobre a morte dela. Quando Fidel Castro morreu, houve quem tivesse coragem de dizer que seria ótimo que Lula cumprisse a promessa de encontrá-lo, desejando explicitamente que ele morresse. Um forte abraço de agradecimento.

  25. Precisamos de um jornalismo assim, imparcial e com respeito ao próximo. Parabéns Hilde, você retratou humanamente com compaixão o perfil dessa mulher batalhadora.

  26. Marisa Letícia, exemplo de brasilidade. Uma grande mulher! Até quando “azelites” vão repudiar o que é do nosso povo. Já no início da “nossa” Republica, Euclides da Cunha denunciava a pobreza dessa nossa civilização de empréstimo.

  27. É uma alegria na alma saber que existiem pessoas, mulheres como Dona Marisa e Hidelgard Angel.
    Obrigado pelo texto.

  28. Senhores petistas, respondam com sinceridade, qual o projeto social que a senhora SILVA liderou? Por que esse endeusamento e santificação? o que fica para mim é a lembrança do local onde ela solicitou que introduzíssemos as panelas destinadas à Dilma! Evidentemente nesse nivel, essa senhora jamais teria condição de liderar qualquer projeto social!

    • OBRIGADO GIORDANO BRUNO, POR SER UMA LUZ NO TUNEL.
      ACHEI QUE ESTAVA TENDO UM PESADELO AO LER TANTOS COMENTÁRIOS INCLUINDO ESTE FAMIGERADO POST SOBRE A REFERIDA E EX PRIMEIRA (É, AQUELA QUE MANDOU O POVO ENFIAR AS PANELAS…)
      QUALQUER COMPARAÇÃO COM MICHELE OBAMA SERIA UM ABSURDO, NEM MESMO A TOM DA CUTIS PODEMOS DIZER SER IGUAL.
      MICHELE, MULHER ATIVA, PARTICIPANTE, CLASSUDA, MARCOU SEU LUGAR NA HISTÓRIA.
      ELA SIM…. UMA VERDADEIRA … COMPANHEIRA.

  29. Não me representa, não fez nada pelo País, só se plastificou e acompanhou o marido, nunca se posicionou em nenhum assunto do meio ao qual ela vivia(política). Quem me representa é a professora de Minas que morreu salvando os alunos do incêndio, as mulheres que estão em Brumadinho resgatando vidas e corpos, as mulheres que levantam cedo para trabalhar, deixando filhos em creches. DOna Marisa não fez nada de plausível que de fato pudesse me representar.
    Porém é um ser humano, imperfeito como muitos, inclusive eu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *