Humanidade ítalo-carioca no Gero

Elsa Martinelli está na cidade. Como sempre, hospedadíssima com os Amaral e querendo rever os muitos amigos que tem no Rio, como Carmen Mayrink Veiga. O que acontecerá na terça-feira, no almoço que a Winston oferece no Gero, organizado pela Gisella, que se lembrou de chamar o Dino Trapetti, também amicíssimo de Elsa lá em Roma. E assim caminha a Humanidade ítalo-carioca neste verão abrasador…

E todos aproveitarão para brindar ao mais feliz dos títulos que Trapetti acaba de oficialmente conquistar: o de cidadão residente no Brasil. Mais especificamente em Ipanema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *