Em determinado momento, correu um rumor na Casa Cor de que todos iriam parar na delegacia!

Foi praticamente um coquetel clandestino. Os convidados entravam por uma portinha lateral, caminhavam por uma passagenzinha ao lado, e o coquetel aconteceu na área externa, sem autorização para visitar o interior dos ambientes decorados do Palacete Linneo Paula Machado, da Casa Cor. Era a festa do patrocinador do evento, a Imobiliária Coelho da Fonseca, que precisou acontecer muuuuito discretamente, já que a Casa estava fechada por ordem das autoridades de direito, e até esta hora ainda está. Houve um momento em que, como contei esta madrugada a vocês, rolou uma adrenalina fortíssima, puro frenesi, quando chegou a polícia, várias patrulhinhas sobre a calçada, as luzinhas vermelhas girando e piscando. Lá dentro, chegou a correr um zumzum de que iriam todos-para-a-delegacia. Imagina! Estavam vários chiquérrimos, como o polista internacional Paulo Fernando Marcondes Ferraz, amigo do príncipe Phillip e ex-namorado de Cristina Onassis, o casal Jean Louis e Ilde Lacerda Soares, íntimos dos príncipes de Kent… Mas, ufa, era apenas um terrorismozinho básico. O que a polícia queria mesmo era impedir os demais convidados de entrarem. Foi necessária muita habilidade para contornar a situação difícil…

Outro boato que correu no cocktail foi de que está sendo dificílimo apresentar a documentação pedida pela prefeitura porque a casa estaria com vários pagamentos de impostos em atraso, e isso já há anos. Mas o que as Patrícias, com sua eficiência e determinação, não conseguem? E certamente há de ser considerado o lindo trabalho que elas fazem, há mais de duas décadas, que tanto enaltece os profissionais de qualidade deste Rio de Janeiro e promove muito positivamente a cidade. Salve, salve, salve elas, prefeito!…

As fotos abaixo são do coquetel de ontem de Alvaro Coelho da Fonseca na Casa Cor, que teve como promoter maior a Georgianna Guinle, que, além de cumprir o papel de assessora de imprensa, também ajudou na viplist…

coelho Em determinado momento, correu um rumor na Casa Cor de que todos iriam parar na delegacia!

Fotos de Marcelo Borgongino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *