DENÚNCIA NA ASSEMBLÉIA GERAL DA PETROBRÁS: ANP LEILOARÁ PETRÓLEO JÁ DESCOBERTO AO ARREPIO DA LEI!

É só do que se fala nas plataformas petrolíferas, nas torres de petróleo, nas áreas de prospecção do Pré-Sal, nas associações de engenheiros, nos sindicatos de petroleiros, nos campos de produção, entre os golfinhos em alto mar, nas rodas de mergulhadores profissionais, nas militâncias nacionalistas, nos estaleiros de petroleiros, nas reuniões de escafandristas e na Associação dos Engenheiros da Petrobrás – AEPET…

Durante a última e recentíssima Assembléia Geral Ordinária da Petrobrás, a seu acionista minoritário, a AEPET, apresentou voto às matérias da Ordem do Dia, pedindo a transcrição integral da justificativa do voto, baseando-se no Artigo 130 da lei 6.606/77, que dá ao acionista a direito de fiscalizar.

Assim, como caiu -me nas mãos o voto em sua integralidade, cumpro o meu jornalístico papel de publicá-lo aqui par os interessados, isto é, nós todos, os brasileiros, acionistas ou não da Petrobrás.

O voto da AEPET é na um voto de indignação e protesto contra medidas que vêm sendo conduzidas pela ANP em relação à empresa e que a Associação contesta em seu assento representativo dos sócios minoritários na Petrobrás.

Eis aqui para a leitura neste ensolarado domingo de bucólicos barquinhos ao mar do Pré-Sal, que também é nosso

aepet  1JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 2JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 3JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 4JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 5JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 6JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 7JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29 8JUSTIFICAO-DA-AEPET-NA-AGO-DA-PETROBRS-29

 

4 ideias sobre “DENÚNCIA NA ASSEMBLÉIA GERAL DA PETROBRÁS: ANP LEILOARÁ PETRÓLEO JÁ DESCOBERTO AO ARREPIO DA LEI!

  1. Certo estava Raul, que cantava:

    “Nóis num vamo pagá nada
    Nóis num vamo pagá
    É tudo free, tá na hora
    É tudo free, tá na hora
    A solução é alugá o Brazil.”

    A propaganda oficial é “o petróleo é nosso”, mas a realidade é que nada é do povo nesta merda de país (exceto a merda é claro). É por isto que não deixo filho nesta terra. Prá que? Prá ele sofrer e ser menosprezado em beneficio de um gringo que nem eu? Não. Nem pensar. Não posso destruir um país, mas não deixarei descendentes nele.

  2. Certo estava Raul, que cantava:

    “Nóis num vamo pagá nada
    Nóis num vamo pagá
    É tudo free, tá na hora
    É tudo free, tá na hora
    A solução é alugá o Brazil.”

    A propaganda oficial é “o petróleo é nosso”, mas a realidade é que nada é do povo nesta merda de país (exceto a merda é claro). É por isto que não deixo filho nesta terra. Prá que? Prá ele sofrer e ser menosprezado em beneficio de um gringo que nem eu? Não. Nem pensar. Não posso destruir um país, mas não deixarei descendentes nele.

  3. Com absoluta surpresa tomei conhecimento – graças à sua publicação de hoje desse descalabro, desse desrespeito ao Brasil, aos brasileiros principalmente os menos informados e mais dependentes das “ajudas governamentais” tipo “bolsas tudo” etc… Sua coluna foi de uma imparcialidade absoluta, digna de respeito, mas por favor mantenha-nos – pobres mortais – informados do desfecho dessa novela inimaginável… Pergunto agora: Como ficamos? Teremos saída? Somos David(s) lutando, esperneando loucamente, diante de um Golias (maquina governamental,interesses externos… etc ) implacável…

  4. Uma pinça é tão forte quanto seu braço mais fraco. Um bom sistema de pinças apropriado ao bom desenvolvimento de uma empresa e por conseguinte de uma nação, deveria contar com um braço mais intelectualizado e outro mais aguerrido,
    um mais técnico e outro mais “convincente”, um dominando a lógica e outro a produção, esse papel de pinça seria muito bem representado pela AEPET e FUP através dos SINDIPETROS. Infelizmente os dois braços que deveriam compor nossa pinça estão tão afastados, que parecem até não pertencerem ao mesmo corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *