Cidade Cerzida e não partida

Para festejar os 10 anos de existência do Projeto Sentimentos do Rio, criado pelo artista plástico de designer de moda, Cocco Barçante,  nas comunidades Chapéu Mangueira e Babilônia, no Leme, tem início dia 22 a mostra Cidade Cerzida. Várias atividades vão movimentar o dia, criando uma espécie de corredor cultural, com início na Casa de Artesanato e término no Hostel Favela Inn. Haverá debate com o autor do livro Cidade cerzida, professor Adair Rocha, às 10h, na Casa de Artesanato Celeida Tostes, e oficina gratuita de pintura em tecido e bordado, por Cocco Barçante e o grupo Marias Maré, às 15h…

Com apoio do Sebrae, o projeto, que tem como principais objetivos valorizar e divulgar a economia criativa e as atitudes empreendedoras nas áreas da moda e do turismo nas comunidades, é um registro artesanal sobre a cidade do Rio

Para o aniversário, o grupo de artesãs Marias Maré, da comunidade da Maré, vai falar da construção, através dos talentos e conhecimentos adquiridos, de uma cidade não partida e cerzida, onde as estéticas e as culturas do asfalto e das comunidades interagem, valorizando os trabalhos realizados em parcerias…

Cocco Barçante (camisa amarela), Marias Maré e empreendedores do Chapéu Mangueira e Babilônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *