As cores de Vânia esquentaram o domingo

Esfuziante, alegre o tempo todo, de bem com a vida, assim é Vânia Badin e assim é sua pintura, que os amigos puderam conhecer na tarde de domingo, na sua feijoada de seu aniversário. Vânia substituiu todos os quadros de artistas consagrados, que cobriam as paredes de seu apartamento, por quadros dela própria. E aproveitou para também inaugurar a escultura-torre de Ascânio MMM, que acabou de comprar, fazendo contraponto a um Krajcberg branco magnífico, dos mais bonitos que já vi…

Os quadros cheios de intensidade, cor e estilo de Vânia foram a piece of conversation daquele domingo friorento, aquecido pelo tempero bom do chef Demar, o outro artista da tarde em que todos celebravam a vida. Não teve temperatura baixa nem ventozinho insistente, porém, que expulsasse a turma da varanda, deliciando-se com as revelações tórridas de uma socialite, lembrando seu susto quando, muitos anos atrás, numa praia em Ibiza, encontrou um conhecido empresário paulista do setor de supermercados tostando seu “plus” ao sol como se grelhasse um bife. De um lado e do outro…

O outro momento de emoção ficou por conta do genro da anfitriã, Paulo Bandeira de Mello, que fez um discurso simpaticíssimo e todos cantaram “parabéns pra você”, sem bolo, mas com uma big vela azul espetada no quindão, que todos repetiram. Delícia!…

vania b 1 As cores de Vânia esquentaram o domingo

Vânia diante de uma de suas pinturas

vania b As cores de Vânia esquentaram o domingo

A artista plástica anfitriã, Vânia Badin, junto a um dos seus mais elogiados trabalhos, com José Carlos e Sarita Galliez Pinto, Dirce Lohman e Regina Gama

 

Fotos de Sebastião Marinho

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *