Aquele beijo: smack!

Aos prantos. Ah, esse danado desse Miguel Falabella, que, além de produzir um texto tão inspirado e carregadinho de sentimento, na despedida de Marushka e Ana Girafa, ainda teve uma Marília Pêra para dizê-lo de modo magistral e um Luiz Salém para contracenar com ela à altura! E eu aqui, escrevendo e chorando. Chorando e escrevendo depois de assistir. E o povo vai e, na hora H, faz elogios e dá prêmio de Melhor Atriz pras outras. Ah, não me conformo mesmo!…

Bem, vou secar as lágrimas para voltar com os comentários sobre esse muito bem escrito e bem dirigido último capítulo de Aquele beijo, que, além dos momentos de emoção, teve os de muita alegria e terminou livre, leve, solto e feliz, com o astral lá em cima, como há muito não se via na televisão brasileira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *