Alô, doçura!

Christina Oiticica é só doçura. Não é à toa que o marido, Paulo Coelho, a ama e estima tanto. Não só por admirarem seu trabalho, mas também por gostarem muito dela, os amigos seguiram ontem em procissão até o Rio Comprido para abraçá-la, na noite de abertura de sua exposição ‘Mãe Terra’, na mesma ocasião em que reabria a Casa Brasil, prédio secular e histórico. Ao som de Tom Jobim, por uma orquestra de cordas, Christina expôs 64 obras inéditas, quadros e quimonos, no local até fevereiro. Na mesma ocasião, foram conferidos prêmios a algumas personalidades, pelo Jornal do Brasil…

mãe terra1 Alô, doçura!

Fotos Raphael Freitas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *