Abrindo os arquivos

É grande a expectativa em torno do futuro do acervo do Instituto Itamar Franco, que, como este blog informou, está em processo de doação para a Universidade Federal de Juiz de Fora, inclusive com votação aprovada pelo Conselho Superior. As negociações devem ser retomadas brevemente, pois se trata de um dos mais interessantes arquivos da República e que, com certeza, poderá contribuir na compreensão de um período importante da História do Brasil. Outras universidades estavam interessadas, porém o reitor juizforano Henrique Duque saiu na frente e já está pronto o projeto do Memorial, a ser erguido ao lado do Museu de Arte Murilo Mendes…

Serei a primeira a pedir senha para ler os arquivos de Itamar, onde ele certamente registrou o que se cansou de repetir à exaustão: o Plano Real foi obra do governo dele, e não dos tucanos (“Fernando Henrique deixou meu governo em março, e nós lançamos o Plano Real em 1º de julho de 1994”, conforme ele, indignado, deixou registrado em entrevista gravada), e os genéricos foram iniciativa de seu ministro da Saúde, Jamil Haddad, e não de José Serra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *