A morte de uma diva do high

Morreu hoje Therezinha Muniz Freire. Foi uma das grandes divas dos áureos tempos em que o high era “alta sociedade”, nos anos 5o e 60. Frequentadora assídua das listas famosas das 10 Mais Elegantes, de Jacinto de Thormes a Ibrahim Sued, elegantíssima ela permaneceu até o fim, mesmo depois de se afastar, completamente, com o marido, Pecô, do moto-contínuo dos acontecimentos sociais, restringindo-se à convivência com os amigos no Country Club do Rio. O velório acontece até amanhã, na capela 2 do Memorial do Carmo, onde o corpo será cremado. Após isso, as cinzas serão jogadas no mar, que Therezinha gostava tanto de frequentar, a bordo do iate Atrevida, dos amigos Marilu e Dirceu Fontoura, em que ela e Pecô eram sempre convidados preferenciais…


Therezinha Alencastro Guimarães, ainda garota, em seus tempos de “manequim”, desfilou para a Casa Canadá, antes de se tornar Therezinha Muniz Freire

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *