Nova forma de Zika Vírus, o Zika Social, coloca a sanidade brasileira em risco

Nesses novos tempos que vive o país, temos sido atacados por doenças de  todos os tipos, transmitidas por vetores, que contaminam o corpo humano de várias formas. Dentre elas, a que agora se revela mais assustadora é a Zika Social, cujo vírus é transmitido por um vetor poderoso, que são as mídias.

A Zika Social provoca o atrofiamento do cérebro humano, causando a Microcefalia Social em todas as pessoas que têm contato continuado com o vetor. Aconselhamos, portanto, que não se aproximem do vetor sem a proteção de Repelex ou algum tipo de defesa, pois seu contágio é perigoso.

A Zika Social diminui qualquer tipo de capacidade cerebral, obliterando totalmente o raciocínio, sendo usual a pessoa ser acometida de fúria, às vezes criminosa, e levada a atos de violência.

Devido à amplitude do alcance do vetor, a contaminação da Síndrome da Microcefalia Social pela Zika Social é veloz, atingindo a todos, gerando uma epidemia incontrolável. O vetor penetra em todas as mentes e corações. Seu combate é muito mais difícil do que o do Aedes Aegyptus, já que atinge a sociedade como um todo, provocando o atrofiamento da atividade cerebral da população.

A infestação é de tal forma perigosa, que o indivíduo, quando ainda são, pode repentinamente surpreender-se ao constatar que a pessoa ao seu lado já está contaminada, como se vivesse a situação de um filme de terror cientifico.

Essa contaminação é primeiramente notada pela mudança do semblante, a elevação do tom de voz, o tique repetitivo de frases e de lugares comuns, que podem ser ouvidos continuadamente através do vetor. E todos à sua volta repetem o mesmo discurso. Esta é uma das características evidentes do atrofiamento.

Essa síndrome foi detectada e descrita, não por um cientista infectologista, mas por um artista, por acaso com o mesmo sobrenome de um saudoso grande ministro da Saúde do Brasil, Jamil Haddad. Trata-se do diretor de teatro, Amir Haddad, sempre cioso das questões de saúde pública, já que atua no teatro de rua, sendo uma liderança da arte popular no país e um permanente pesquisador do comportamento humano.

Na tentativa de alertar as autoridades sanitárias sobre esse grave problema, Amir recorre a este blog e pede que recomendemos luvas, máscara e o uso de repelente a todos que tiverem contato com o vetor transmissor.

Consta que, informada, a Organização Mundial da Saúde já manifestara a preocupação com a possibilidade de expansão da Zika Social pela América Latina e os demais continentes.

Zika Social – Microcefalia Social – Sintomatologia  

  •  Uniformidade de discurso
  • Ausência de distanciamento critico
  • Estágio final de fúria descontrolada.

CUIDADO COM O VETOR!

10 ideias sobre “Nova forma de Zika Vírus, o Zika Social, coloca a sanidade brasileira em risco

  1. Eh isso ai. A contaminação desse odio ao Lula e ao PT é tão nefasto e ruim para o Pais quanto uma verdadeira epidemia de Zika.

  2. Muito bom seu texto, excelente nosso Amir por dar nome a esse velho/novo vírus, violento, que nos infesta.

    Vou repassar.

    Abraços,
    Márcia

  3. Prezada Senhora:
    Deixa ver se eu entendi..todas as pessoas que não concordam ou compactuam com que está ocorrendo no momento atual do país foram atacadas pelo Zika Social e estão sofrendo de atrofiamento mental. Antes o discurso era de que os opositores ao regime atual eram manipulados pela mídia.
    Pelo que foi descrito como sintomas da Zika Social consegui identificar no Grande Líder..
    Existe uma coisa chamada liberdade de expressão e isso tem que ser respeitada em nome da DEMOCRACIA.
    Vamos parar com esses discursos para boi dormir..ora manipulação..ora golpe..e agora essa comparação infeliz usando um assunto muito sério.
    E aqueles que apoiam o Lula parem com esses discursos repetitivos e partam para prática ajudando a reunir provas de sua inocência. O Brasil agradece.

    • Liberdade de expressão é respeitar o voto dos outros e o resultado da eleição, mesmo que o adversário saia vitorioso. Foi o que eu fiz durante mais de 30 anos. Aguentei 21 anos de ditadura (argh!), Sarney (blergh!), Collor (blergh) e oito do hipócrita mor, FHC, que proibiu as investigações de corrupção de seus aliados (ou cúmplices). Tenho ou não direito de exigir respeito ao meu voto na Dilma? Ah, outra coisa: quem não sabe perder não desce pro play – vai para o lixo da História, onde Aécio, Serra, FHC e conspiradores já estão.

  4. Esse texto fez-me lembrar no romance de George Orwell, 1984. Nele, há o momento da hora do ódio. Orwell, na tentativa de atingir os países socialistas com seu livro, mostrando a massificação da notícias como instrumento do pensamento único, no fundo, revelou captar a essência dos regimes ditatoriais de orientação capitalista. Com a faceta da independência e da liberdade expressão, com a bandeira da informação a todo custo, invadem as residências dos cidadãos com as narrações dramáticas de imagens chocantes. Nossa principal hora do ódio, sem dúvida nenhuma é o dos noticiários televisivos, desde os programas policiais às notícias de horário nobre, com locutores e locutoras de boa aparência, bem vestidos, de olhares insidiosos. Nossa hora do ódio é o jornal nacional.

  5. Paz à todos os de Bem . Sem Mais Palavras depois de ler mais um artigo ‘muito bem sacado’ de Hildegard Angel – curioso notar como Hilde , sabido por todos pela sua História , daí suas convicções Políticas , ainda ‘entrarem’ em seu blog para postarem comentários reacionários – portanto , sem mais delongas ! a Sintomatologia acima Diz Tudo ! obrigado mais uma vez por escreveres o q Sei ser Certo !

  6. “Quando os amigos deixam de jantar com os amigos [por causa da ideologia], é porque o país está maduro para a carnificina.” N.R.
    (Mais um sintoma do vírus)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *