Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

“Uma vez que se bebe a água do Velho Chico, ele não sai mais de você”

A crença popular, acima, bastante dita pelos ribeirinhos do Rio São Francisco, pegou em cheio o estilista Ronaldo Fraga. Quando criança, seu pai costumava pescar no rio e, na volta, além de trazer deliciosos surubins, trazia com si histórias e lendas que povoam o imaginário ribeirinho. Para o menino Ronaldo, era como mergulhar em um universo mágico, repleto de fantasias e seres míticos…

Mais tarde, em 2008, já como estilista consagrado, Ronaldo apresentou uma coleção em homenagem ao Velho Chico. Para desenvolvê-la, foram necessários três meses de pesquisa, viajando pelo rio a bordo do histórico vapor Benjamim Guimarães, conhecendo e fotografando a cultura local. O resultado final: uma coleção extremamente bela, sensível e delicada, como tudo o que Ronaldo faz. Cores barranqueiras, pontos e bordados característicos da região, estampas das sacas de café e das madeiras dos barcos, peixinhos, texturas de garrafinhas de areia colorida…Uma beleza!…

Ronaldo Fraga Verão 2009 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Acima, algumas das criações de Ronaldo Fraga, verão 2009, em homenagem ao Rio São Francisco – Fotos: Agência Fotosite, via FFW

A moda foi apenas o ponta pé inicial para que um novo mundo de possibilidades se abrisse. Afinal, o Rio São Francisco é tão rico, que suas histórias não poderiam se restringir apenas ao campo fashion. Com isso, Ronaldo idealizou Rio São Francisco, um rio brasileiro, exposição que dialoga entre seu trabalho como estilista e a cultura do rio, passando pelas artes visuais, música, cinema e literatura. São 13 ambientes, com belíssimas cenografias e riqueza de detalhes. Cada um contando um pedaço das inúmeras histórias do Velho Chico. Um verdadeiro espetáculo de sentidos e emoções…

Em especial, destaca-se a participação da cantora Maria Bethânia, que declama o poema de Águas e Mágoas do rio São Francisco, de Carlos Drummond de Andrade. A voz de Bethânia ecoa de 16 vestidos de Ronaldo Fraga. São vestidos musicais nos quais o público pode encostar e ouvir. Outra participação bastante simbólica na exposição é a do ator Wagner Moura. Foi ele quem produziu o documentário apresentado no ambiente Cidades Submersas. Wagner cresceu na pequena cidade de Rodelas (Bahia), que foi inundada para a construção de uma hidrelétrica…

01 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Ronaldo Fraga, idealizador e curador da exposição Rio São Francisco, um rio brasileiro – Foto: Victor Schwaner e Nélio Rodrigues

E sabe o que é melhor? Depois das bem sucedidas temporadas em Belo Horizonte e São Paulo, onde atingiu públicos recorde, a expo, finalmente, chega ao Rio de Janeiro! A festa de inauguração será hoje, dia 10, apenas para convidados. Mas os cariocas ainda terão muito tempo para conferir tudo de pertinho. Rio São Francisco, um rio brasileiro ficará exposta no Palácio da Cultura Gustavo Capanema, de 11 de novembro a 10 de fevereiro do ano que vem. A entrada é gratuita!…

13 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Um dos ambientes da expo se chama Cotidiano. Ele representa a vida ribeirinha. Sua principal instalação é uma escultura de malas que revelam imagens da vida às margens do rio nas décadas de 40 e 50 – Foto: Victor Schwaner e Nélio Rodrigues

20 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Religiosidade. O ambiente faz referência aos ex-votos, expressão máxima de fé de romeiros e peregrinos que visitam, desde a descoberta do ouro nas Minas Gerais, o santuário de Bom Jesus da Lapa Foto: Victor Schwaner e Nélio Rodrigues

27 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Cidades Submersas. A instalação remete às cidades alagadas para dar lugar às usinas hidrelétricas. A essência dessa sala é o filme produzido pelo ator Wagner Moura Foto: Victor Schwaner e Nélio Rodrigues

061 Um mergulho no universo mágico do Velho Chico

Acima, Fernanda Takai, fotografada no dia da inauguração da expo em Belo Horizonte. O ambiente é Lendas e Contos do Rio. Nesta parte da exposição, os vestidos musicais ecoam a voz de Maria Bethânia declamando o poema Águas e Mágoas do Rio São Francisco da obra Discurso de Primavera e Algumas Sombras, de Carlos Drummond de Andrade Foto: Victor Schwaner e Nélio Rodrigues

E aí, prontos para mergulharem com Ronaldo no universo do Velho Chico?…

Então anotem:

Rio São Francisco, um rio brasileiro
Palácio da Cultura Gustavo Capanema. Rua da Imprensa 16, Centro, Rio de Janeiro. Tel: 21 2279 8089. De 11/11 a 10/02. 2ª a sab., das 9h às 18h. Grátis

Tchibummmmm…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *