Um grande hospital universitário para o Rio

Muito discretamente acontece uma ação entre as pessoas de dinheiro e de tradição do Rio de Janeiro, para que a cidade tenha um hospital universitário de ponta, à altura das grandes cidades do mundo. Nesse sentido, houve recentemente uma reunião que juntou os Magalhães Lins, Adriana Elia (filha de Lily Safra), Eike Batista, Ronaldo Cezar Coelho, o neurocirurgião Paulo Niemeyer, o cardiologista Carlos Scher, entre outros moradores do Rio apaixonados pela ideia. Entre as possibilidades, e isso já vem sendo muito falado há algum tempo, está uma parceira com o hospital paulista Albert Einstein. Temos, sim hospitais de qualidade, como o Samaritano e o Pró-Cardíaco, mas com número ainda muito reduzido de quartos. E nossos hospitais universitários, como o do Fundão e o Gaffré e Guinle, andam sempre à míngua. O Rio de Janeiro precisa, sim, suprir a falta de jovens médicos brilhantes, que em outros tempos excediam, e certamente a razão é a formação acadêmica de baixa qualidade, o que um bom hospital universitário corrigirá. O Rio merece isso e mais… e precisa!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *