Saudades do tempo em que o PMDB não tinha o P na frente da sigla… nem apetite de lobo do Chapeuzinho Vermelho

O PMDB bota pressão, quer um naco bem grande desse bolo governamental. Estão gulosos, ruidosos, até raivosos. O deputado Henrique Alves enche a boca e fala: “O PMDB construiu a vitória de Dilma, este governo é do PMDB!”. Pois sabem o que eu acho? Que por pouco o PMDB não destruiu a vitória de Dilma!…

Foi mais do que evidente, no processo eleitoral, que o povo brasileiro votou na seriedade de Dilma, em sua postura ética, nas conquistas do governo Lula, no Lula. Quando os eleitores conscientes, formadores de opinião, falavam da participação do PMDB era pra fazer restrições, falar mal. Pois convenhamos que, mais queimado do que o filme do PMDB aos olhos do povo é difícil, não é?…

Eu acho que o PMDB deu foi uma sorte danada de se encostar na candidata e agora poder tirar uma casquinha desse poder. Faria melhor o partido se se posicionasse de maneira mais sóbria, discreta, colaborativa. E não com esse apetite vergonhoso de mortos de fome, gula de lobo do Chapeuzinho Vermelho. O que, definitivamente, o partido não é, pois tem se alimentado muito bem e fartamente, do prato brasileiro, ao longo de muitas e muitas décadas…

Saudades do tempo em que o PMDB não tinha o P na frente da sigla…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *