Quem diria! Até o “rei da França” veio pra Rio+20!

O movimento da hotelaria carioca, em tempo de Rio+20, está que é só importância. Como sempre, o Copacabana Palace bate todos os recordes de hospedagem das comitivas de chefes de estado, príncipes, reis, sheiks e correlatos. Estão lá o príncipe Albert de Mônaco, o primeiro ministro da Turquia, que foi aplaudidíssimo, ao chegar, na porta do hotel, o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, o da Coréia do Sul, o da Indonésia. O presidente da Colômbia chega hoje. A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, passou hoje pelo Copa, onde tinha reserva, foi para o Riocentro de onde vai direto pra Buenos Aires, sem pernoite no hotel. O sheik do Qatar anunciou que vinha com uma de suas muitas mulheres, mas cancelou a vinda e mandou em seu lugar um ministro. A sheika dos Emirados Árabes lá está. Bem como as comitivas de Índia, Mocambique e Zimbabwe.

François Hollande… sabemos que ele está no Sofitel, mas com a palavra o porteiro do Othon Palace

Hoje, uma de minhas repórteres ouviu um barulhão na portaria do Othon Palace e saiu correndo pra ver do que se tratava. Era um helicóptero da FAB sobrevoando a Praia de Copacabana, num voo rasante, dando proteção a um carro blindado preto, com uma bandeirinha do Brasil tremulando de um lado e uma dos Estados Unidos, do outro, deixando o hotel, acompanhado de dois carros da segurança particular. Na calçada, um camburão do Exército e uma movimentação intensa de assessores de preto, carros e seguranças de óculos escuros e walkie talkie…

Curiosa, minha repórter perguntou a um dos seguranças quem era o figurão…

Acompanhem o diálogo…

Repórter: “Ei, você sabe me dizer se é a Hillary Clinton ou o Michael Bloomberg?”

Segurança: “Não, não é não”

Repórter: “Mas eu acabei de ver um carro com a bandeira dos Estados Unidos saindo daqui”

Segurança: “Eles não tão aqui, não. Tão pra outros hotéis, mais pra lá”

Repórter: “Já sei, você não pode falar, né?”

Segurança: “Não, a gente pode sim”

Repórter: “Então me fala, quem é o figurão?”

Segurança: “É o rei da França”

Repórter: “Oi? Como assim, rei da França?”

Segurança: “Ele mesmo, a maior simplicidade. E o da rei da Espanha também tá aqui”

Repórter: “Mas a França não tem rei! E o rei da Espanha não vem em conferência de preservação de espécies. Ele tá na África, caçando elefante”

Segurança: “Então, ele já deixou a África. Tá aqui, acabou de chegar”

Repórter da Hilde: “Ah, bom…”

Uma coisa, posso garantir: o presidente do Kiribati, como contei ontem aqui, está no Othon…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *