Porque hoje é sábado… dia de Cuscuz Marroquino a Paulo e Bebel Niemeyer

Porque hoje é sábado, dia de vestir o avental e invadir o “espaço gourmet” da casa, que nos dias de semana é chamado popularmente de cozinha e quando quem esquenta a barriga no mesmo fogão não se chama “chef”, é cozinheira mesmo… bem, masporque hoje é sábado, tudo fica mais lindo, o astral está elevado, assim como nosso humor, a vida é bela, faz sol, o dia está em festa, a cervejinha está no freezer, quem gosta de uísque já começa a preparar o seu, quem não gosta já gelou o vinho e quem tem juízo aprecia um coloridíssimo suco de frutas, pois nós temos as melhores e mais saborosas do mundo…

E por tudo isso, hoje, sábado, é dia de abrir o lap top ou o iPad e consultar este blog, onde Hildezinha posta as receitas mais bacanas, mais exclusivas e mais chiques do planeta: as da chef mineira-californiana Beth Winston, mix de raízes que dá o maior UP em nossos paladares…

Hoje, ela nos presenteia com um coloridíssimo Cuscuz Marroquino, batizado com o nome de um casal que todos amamosPaulinho Niemeyer, o notável cirurgião, eBebel, a blogueira notável…

Vamos saboreá-los?…

E depois, por favor, continuem fazendo como sempre fazem, me escrevam, me contem, comentem e contribuam com seus comentários e críticas. Adoro! H.A. icon wink Porque hoje é sábado... dia de Cuscuz Marroquino a Paulo e Bebel Niemeyer

Cuscuz Marroquino a Paulo e Bebel Niemeyer

INGREDIENTES

1(um) pacote de cuscuz / 1(uma) xícara de chá de macadâmia tostado / 1(uma) xícara de chá de pistache tostado / 1(uma) xícara de pimentão verde picado / 1(uma) xícara de pimentão vermelho picado / 2(duas) cebolas brancas / ½ xícara de passas brancas s/semente / ½ xícara de passas pretas s/semente / ½ xícara de damascos picados / ½ xícara de cebolinha (parte branca) picadinha / ½ xícara de pimenta dedo de moça s/semente picadinha / 1 litro de água / 500 gr de lagostins ou camarões /Sal e pimenta do reino a gosto / ½ xícara de manteiga c/ sal derretida

 

MODO DE PREPARAR

O cuscuz marroquino pode ser feito de duas formas.

Uma delas, que é como preparamos aqui, é na panela com caldos ou água.

Ele pode ser servido como prato principal, como acompanhamento ou entrada. É cheio de nutrientes e não engorda.

Colocamos os grãos do cuscuz na água fria, morna ou quente.

Fazer um caldo de legumes caprichado. Coar e reservar

Cortar uma cebola bem picadinha sem água. Refogar sem deixar escurecer.

Refogar por 6 (seis) minutos. Os pimentões devem ficar al dente.

O CUSCUZ:

Fazer um refogado com uma cebola branca picada, azeite e manteiga. Ir mexendo como se fosse um arroz. Jogar o caldo de legumes paulatinamente (pouco a pouco).

Quando estiver já inchado, misturar os demais ingredientes ao refogado.

Adicionar as uvas passas sem semente, os damascos, macadâmias e pistaches torrados e picados. Por último, colocar os pimentões picados e os lagostins.

DICA:

Choque térmico:  cozinhar os camarões ou lagostins em água fervente até mudarem de cor. Colocar em seguida num bowl de água gelada e gelo, para interromper o cozimento mantendo o seu frescor!

Servir imediatamente e bem quentinho!

Recado da Chef Beth

“Espero que apreciem!

Meu carinho”

cuscuz1 Porque hoje é sábado... dia de Cuscuz Marroquino a Paulo e Bebel Niemeyer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *