Pode ir armando o coreto que a Frances Marinho está voltando!

“Pode ir armando o coreto / E preparando aquele feijão preto / Eu tô voltando…”

Chico Buarque, voltando do exílio, cantou; Paulo César Pinheiro e Maurício Tapajós compuseram; mas quem está voltando, desta vez, é a Frances Marinho, e quem arma o “coreto” é a arquiteta Márcia Müller, totalmente dedicada a fazer o retrofit da bonita casa de Frances, no Jardim Botânico, que, desde que ela se transferiu para a Espanha, andava alugada para o consulado do Japão…

Frances Reynolds Marinho retorna, com aquele ímpeto realizador que a caracteriza, trazendo na bagagem 1.000 negócios e 1.001 aspirações. Vai reinaugurar a casa com uma grande festa, convidados pinçados a dedo, para os quais apresentará seus projetos e introduzirá seus parceiros. Investidores da área de real state, empresariado pesado, colecionadores, o mundo dos negócios e o mundo das artes, formando um círculo de interesses que abrange Rio-São Paulo-Londres-Buenos Aires

O welcome back party da Frances será em outubro, bem no início, quando ela aporta no Rio. Mas, por via das dúvidas, Márcia Müller, a arquiteta-decoradora, agora com os préstimos da filha, Manuela Souza Campos, que também se iniciou na profissão, já dá um adianto e segue a letra da canção… “Dá uma geral, faz um bom defumador / Enche a casa de flor / Que eu tô voltando // Põe meia dúzia de Brahma pra gelar / Muda a roupa de cama / Eu tô voltando // Leva o chinelo pra sala de jantar / Que é lá mesmo que a mala eu vou largar / Porque eu tô voltando”…

Lindo, lindo, e com alguns cortes e com algumas adaptações, naturalmente. E muitos vivas ao compositor-poeta Paulinho Pinheiro, vivas ao saudoso Tapajós, vivas ao Chico, à Márcia. E vivas à Frances, que volta para fazer o Rio acontecer ainda mais!…

frances marinho Pode ir armando o coreto que a Frances Marinho está voltando!

Frances Marinho

Foto Paulo Jabur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *