Paulo Barros renova com Unidos até 2015!

Vesti minha fantasia de destaque de chão e fui à luta, para saber o que de fato se passou nesse embate Grande Rio x Unidos da Tijuca pelo passe de Paulo Barros. Vamos às apurações:

1 – Foi Boni quem chamou o Paulo para conversar e ofereceu a ele, em nome da Grande Rio, 1 milhão por ano para ser carnavalesco da escola, contra os R$ 600 mil por ano que ele está ganhando na Unidos da Tijuca. 2 – Paulo ouviu a proposta, foi conversar com o presidente da Unidos, Fernando Horta, e eles se acertaram até 2015.

3 – Paulo avisou ao Boni que continuaria com a Tijuca.

4 – E a Grande Rio fechou com o “polonês” Roberto Szanieski um enredo que não se sabe qual será. Certamente não será sobre Boni, que não quer mesmo servir de tema, apesar de o presidente de honra da escola, Jayder Soares, insistir nisso há vários anos.

5 – Amanhã, Fernando Horta e Paulo Barros vão ao Recife almoçar no Palácio do Campo das Princesas com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. O motivo do evento é o governador agradecer à escola campeã pelo enredo. Eduardo ficou felicíssimo.

6 – Semana que vem, o carnavalesco Barros e toda a cúpula da Unidos terão sua primeira reunião para discutir o enredo do ano que vem.

7 – Como vemos, Boni quis fazer um favor a uma escola amiga e acabou apontado como pivô-sem-ser da recusa do carnavalesco Paulo Barros. (Explico: A Grande Rio agora diz que Paulo não aceitou o convite porque Boni não quis ser o enredo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *