Paraty Eco Fashion, as últimas considerações…

Depois da palestra de Emilia Duncan, relatada no post anterior, o Paraty Eco Fashion seguiu com um debate onde foi possível refletir o por quê de estarmos ali e o que poderá ser feito daqui para a frente. O principal objetivo do evento, mais do que mostrar trabalhos em torno de uma moda ecológica e sustentável, foi o de provocar debates, gerar a troca de idéias e experiências, além de refletir sobre o papel do profissional da moda e, também, do consumidor nesta nova era consciente…

Foram três dias imersos neste universo ecológico, dos quais todos saíram revigorados, inspirados e com um novo olhar, um olhar otimista e alerta para o que somos, o que consumimos e onde pretendemos chegar. Que esta seja a primeira de muitas edições do Paraty Eco Fashion, pois ainda há muito o que se fazer pela moda ecológica e sustentável, a nova moda do século XXI!…

Fiquem com os últimos cliques do evento…

DSC04389 Paraty Eco Fashion, as últimas considerações...

O ritmo alegre do Jongo do Campinho da Independência fechou com chave de ouro o Paraty Eco Fashion. Todo mundo entrou na roda.

DSC04385 Paraty Eco Fashion, as últimas considerações...

Bernadete Passos e Carminha Santos, as dinâmicas idealizadoras do Paraty Eco Fashion

DSC04386 Paraty Eco Fashion, as últimas considerações...

Bernadete e Carminha e o time de professoras do curso de Design de Moda do Instituto Zuzu Angel/Estácio: Celina de Farias (coordenadora e vice-presidente), Lucia Acar, Cecy Kremer e Lucia Abdenur

DSC04408 Paraty Eco Fashion, as últimas considerações...

E assim nos despedimos da bela Paraty, cidade que inspira e respira tradição e cultura. Até ano que vem!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *