SEEDORF, PRÍNCIPE ALBERT E 31 NARCISAS, AS HISTÓRIAS DE MEU CAMAROTE NO COPA SÃO DIGNAS DE SHERAZADE! OS PRIMEIROS HIGHLIGHTS DO BAILE

Queridos, chegando não faz muito tempo do Baile do Copa, ainda com a sola dos pés pedindo seu reino por uma massagem, aí vão as primeiras fotos, só como aperitivo do muito mais que virá.

IMG_4153E o príncipe Albert II, que já havia, desde Mônaco, avisado que não iria ao Baile do Copa, não resistiu aos eflúvios e ao baticum (já que está hospedado no hotel) do Sherazade Magic Ball e desceu de seus aposentos para participar da festa. O responsável por essa mudança de planos principesca foi seu amigo carioca, Helcius Pitanguy, que, além de atraí-lo para a festa, ainda o levou direto para o camarote do Germano Gerdau Johannpeter ( os três na foto acima), onde o príncipe ficou totalmente a la vonté. E quem adorou isso foram os fotógrafos. Como meu camarote e o do Germano eram extensão um do outro, separados só por uma mesa, o príncipe e eu nos cumprimentamos apertando as mãos por sobre a mesa, o que quebra todas as regras de etiqueta e todos os protocolos reais, imperiais, principescos e republicanos. Pois, como se sabe, não se aperta mão em cumprimento sobre a mesa. Só há uma exceção: quando a dama é meio sem noção e estende a mão, aí o cavalheiro não pode lhe negar o aperto. Nesse caso sem noção foi a geografia. O Helcius veio com o príncipe em minha direção, fez a apresentação de sua majestade à Sherazade Hildegard, a mesa ali no meio, nós todos em pé, e a mesa atravancando, cheia de copos e bebidas, e o que eu fiz? Quebrei o protocolo, naturalmente, e estendi a mão plebeia ao punho sangue azul. E sabem o que aconteceu? NADA! Nadinha de nada, pois não havia um fotógrafo ligado naquele momento. Deviam estar todos sambando ou fotografando outros príncipes no salão…

IMG_4164Outro grande momento de meu camarote no Sherazade Magic Ball foi esse aí, quando eu distribuí 30 máscaras de Narcisa e todos nós cobrimos os rostos com elas, e a Narcisa no meio. Foi uma curtição. Aí estão todos, a Giovanna Deodato, a Maninha e o Leleco, a elegante sra. Oswaldo Aranha, os filhos do Marcelo Itagiba, um cavalheiro misterioso e eu, todos de Narcisa. Mas havia muito mais, pena que a lente não seja grande angular. E quem não quer chutar o balde e ser Narcisa por um dia? Nem que seja por uma noite de carnaval? Loucura, loucura…

IMG_4259Outro momento bacana foi quando o craque Seedorf veio me cumprimentar no camarote com sua linda mulher, Luviana, que já foi minha convidada no mesmo baile há três anos, e nem eu, nem Luviana, nem ele próprio imaginávamos que o grande Seedorf viesse jogar no Brasil um dia. Aí, pedi ao Seedorf para fazer essa foto com a máscara da Narcisa e a própria, e os paparazzi da festa foram à loucuuuuura! Olha nós três aí. Digo, nós quatro, pois a máscara também conta.

IMG_4073Outra no camarote da Hildezinha: Marcos Caruso, o Leleco, Francis e eu – ai, como eu estou exibida!

_MG_3949E a verdadeira Rainha do Baile do Copa é a Andréa Natal! A diretora geral do hotel regeu com maestria e competência a festa, que fluiu maravilhosa, alegre, borbulhante, trepidante, instigante, capotante, alucinante, enfim, um golaço de dar ciúme em qualquer Seedorf ou Petkovic (pois, se não me engana a vista, acho que o vi passando ali na frente). Teve príncipes e reis de verdade, como Albert de Monaco e o Gerdau rei do aço, teve sonhos, sherazades, estrelas e astros de cinema, como o Cassel, teve Seedorf, teve 31 Narcisas (30 máscaras + 1), teve um time de mulheres deslumbrantes por toda a parte e o meu camarote lotado com elas, E homens elegantes e belos também.

Teve fantasias e sonhos…. e teve até a Val Marchiori, depois me contaram, desejando entrar para me cumprimentar. Mas acho que, nessa hora, eu estava ausente do camarote e o encontro acabou não acontecendo. Fomos salvos todos pela providência divina, pois quem estava lá dentro nessa hora era a outra “Mulher Rica”, a Narcisa, e elas não se bicam, como todo mundo sabe. Se essas duas mulheres-bombásticas se encontram… hum…. Já imaginaram o risco que todos corremos de uma explosão?

E dizem até que teve um lance de conto de fadas de um príncipe que beijou uma plebeia francesa, vestida de odalisca, que, se fosse no tempo antigo, depois do beijo e da festa viraria sapo. Mas neste conto de Sherazade, depois da festa, a plebeia virou urso.

Eu, porém, não acreditei nessa história, pois me foi contada por uma pessoa muito imaginativa e fantasiosa. Daquelas que ainda acreditam em contos de Sherazade…

Fotos Sebastião Marinho

10 ideias sobre “SEEDORF, PRÍNCIPE ALBERT E 31 NARCISAS, AS HISTÓRIAS DE MEU CAMAROTE NO COPA SÃO DIGNAS DE SHERAZADE! OS PRIMEIROS HIGHLIGHTS DO BAILE

  1. Hilde, sonho é ler este artigo, somente lendo ele agora, às 6:00h de Washington, DC, me transportei para o Copa e, acredite, sonhei um sonho maravilhoso, nao sei por quê com a Bete Suzano, nao entendi, mas amei e estou extasiado, alucinando até agora.
    Beijos! Vc, sem comentários, elegante, linda, tudo de ” hildequality”.

    • Mas Jorge, não foi sonho. A Beth Suzano estava lá, e muito bonitona. Nos falamos de longe com um bye-bye.
      Meu abraço e um bom dia. Aguarde que ainda vai ter mais Copa, muito mais!

  2. Querida Hilde, a sua riqueza de detalhes me fez sentir até o cheiro do copa. Por várias vezes me foi feito propaganda da festa pelo nosso querido @lalamedeiros mas infelizmente nunca tive a oportunidade de ir, ainda. Espero que próximo ano possamos nos encontrar lá pois já me programo para ano que vem ir ao Rio nessa data e curtir o verdadeiro Carnaval. Sou um apaixonado pelo Rio e por suas coberturas magnificas de qualidade e exatidão. Bom Dia e Bom Carnaval.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *