O incrível casamento Rudge-Gontijo em Brasília – Capítulo 1

Quem foi, foi; quem viu, viu. Quem não foi e não viu não vai ver nunca mais. E isso era unanimidade de opinião entre os convidados do casamento de Tamara Gontijo e José de Castro Araújo Rudge Filho, emBrasília, que começou às oito da noite de sábado, na Catedral, seguido de recepção, e terminou às oito horas da noite de domingo, ao fim do brunch em casa dos pais dela, Ana Maria e José Celso Gontijo, para os convidados que seguiram do Rio, de São Paulo, OropaFrança eBahia

Para quem foi do Rio de Janeiro e partiu na tarde do próprio sábado, o prenúncio do grande frisson começou na fila de embarque no Santos Dumont, onde todos se encontraram, mesmo sem combinar nada, e parecia que tout Rio iria embarcar no mesmo vôo. Sérgio e Mônica Clarkcom os filhos, Dudu e Gustavo. A filha, Priscila, com o marido, Arlindo GaldeanoBebel Niemeyer com a filha, Bebel; e Dandynha Barbosa, também a bordo do mesmo avião, com o pai, LelecoGuilherme eAntonia Frering e os filhos, Maria e GuilherminhoAndréa e Otávio Rudge, com a mãe, Vera Rudge, acompanhada da filha, Bia, e do filho,RenatoIdinha Seabra VeigaGlória e Luís Severiano Ribeiro. E estaHildezinha, naturalmente…

Mas esta, meus amores, foi apenas uma pequena, uma mínima amostra do mundo de gente que se deslocou para a Capital Federal, lotando hotéis vários, a começar pelo Golden Tulip, antigo Blue Tree, passando pelo Kubitscheck PlazaManhattan etecetera e tal…

Foi o primeiro casamento na Catedral, depois da grande reforma, e o padre chegou a mencionar isso em sua preleção, agradecendo a Deus a igreja ter ficado pronta a tempo daquela cerimônia. Um roseiral inteiro, em todos os tons de cor de rosa, desabrochou ao longo da passadeira, em totens de flores ligados por grossas guirlandas de heras, e as rosas seguiam seu curso, concentrando-se apertadinhas, milhares delas, sob os vãos da escada de mármore que leva ao altar, onde mais e mais totens de rosas foram plantados, numa sublime sinfonia em cor de rosa para não se esquecer…

Todos os bancos ganharam almofadas vermelhas tal e qual a larga passadeira que vinha desde o meio fio da rua até a mesa do ofício religioso no altar. A Orquestra de Câmara de Brasília, colocada do lado direito do altar, regida por Joaquim França, e a solista soprano Teresa Cardoso de Menezes, especialmente importada de Portugal. Em todos os lugares, o missal de capa dura, na cor creme, com letras douradas e, no interior da contracapa, um terço folheado a ouro embutido. Um casamento em que, decididamente, pensou-se em tudo…

Eis que, ao som de O fantasma da ópera, começa o cortejo. O pai da noiva, José Celso Gontijo, abre fileiras de braço dado com a mãe do noivo, Gisela Trussardi Rudge. Em seguida, José Rudge com Ana Maria Gontijo. Zumzumzum na catedral. Umas diziam que não podia haver nada mais lindo do que o colar de brilhantes com pérolas de Gisela. Outras garantiam que o colar de baguettes de brilhantes de três voltas de Ana Maria era imbatível. No desempate, saíram vencedores os colares da avó do noivo, Maricy Trussardi, um verdadeiro babador de diamantes, e o deAndréa Coser Rudge (“mamãe emprestou”, ela dizia simpática), com três ou quatro carreiras de gotas cintilantes…

Maricy e Andréa, no gargarejo, vendo o séquito de homens de fraques e mulheres simplesmente espetaculares passar deslumbrando todo mundo. O vestido da Melissa Gontijo Gurgulino, de quem é? Todos queriam saber. Braços dados com o marido, Carlos, a irmã mais velha da noiva, e madrinha, vestia um Elie Saab todo e completamente bordado de prata, com fundo nude e estola acompanhando. As joias, a maquiagem, o cabelo, tudo era de tirar o fôlego. Estava um acontecimento. Sua irmã,Isabela, também muito bonita, vestida pela Virgínia Ortiz, de Brasília. AGontijo mãe, Ana Maria, num longo (todas, mas todas as convidadas, vestiram longo) de renda rebordada ligeiramente bege, muito chique, e o par ou ímpar era para saber a autoria. Afinal, ela fez quatro vestidos para a ocasião…

Gisela Trussardi Rudge, a irmã, Glória Severiano Ribeiro (outro colar de brilhantes de se tirar o chapéu), mais as duas filhas irmãs do noivo, a loura Lalá Rudge (uma saia de pétalas plissadas absolutamente impressionante) e a morena Maria das Graças Piva de Albuquerque (de vermelho), todas vestidas pelo Sandro, da Daslu Haute Couture, que também assinou o vestido da noiva Tamara, todo de renda e com laço, muito bonito, envolto sob um surpreendente véu de tule com bordados aplicados, que se estendia por muitos metros, levado por um cortejo de crianças, 26 ao todo, entre meninas e meninos…

Mais uma que brilhou, encerrando o cortejo com um Elie Saab cor de goiaba, brincos espetaculares de brilhantes e pulseira idem (“Vovó emprestou”, dizia, simpática), foi Tatiana Coser Rudge, braço dado com o primo, Roberto Clark, ufa! Era muito brilho, era muita mulher bonita, era muita beleza, era muito tudo…

E todo aquele espetáculo ficou pequeno diante da religiosidade da cerimônia pelo monsenhor Marcony e padre Alejandro, dizendo coisas bonitas como “concedei-lhes que sustentem com seu trabalho o lar hoje fundado e eduquem seus filhos segundo o Evangelho”…

Enquanto corria o ofício, as crianças, daminhas e pagens, distraíam-se sentados à escadaria do altar – elas, colhendo as rosas sob os degraus para enfeitarem mais seus pequenos buquês; eles, despetalando as flores sem dó nem piedade, ai, ai, ai!…

Foi uma missa, com comunhão para todos, que se enfileiraram contritos. Por último, a comunhão aos padrinhos, que se colocaram em fila obediente, no altar, ajoelhando-se em seguida, um a um, numa tão harmoniosa e precisa coreografia que até parecia terem ensaiado o momento. Mas, não. Afinal, são tantos os RudgesGontijos eTrussardis, e são tantos os casamentos católicos nas famílias, que eles já sabem o ritual de cor e salteado…

E isso tudo era apenas o começo, meus amores. Vou tomar um fôlego, daqui a pouco conto mais. Enquanto isso, vejam algumas fotos deOswaldinho Rocha e Andréa Coser Rudge

 

 

dsc00155 gontijo O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Lalá Rudge

 

 

 

dsc00157 gontijo O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Os noivos Tamara e José entre os primos Roberto e Tatiana Rudge

 

dsc00225 gontijo O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Andréa Coser Rudge e Gisela Trussardi Rudge, mãe do noivo

 

tamara8 O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

As irmãs Gloria Severiano Ribeiro e Gisela Rudge

 

 

tamara15 O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Ana Maria Gontijo e Angela Fragoso Pires

 

 

tamara33 O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Melissa Gontijo Gurgulino

 

 

tamara41 O incrível casamento Rudge Gontijo em Brasília   Capítulo 1

Tamara Gontijo com a coroa de uma princesa Orléans e Bragança e vestido de renda da Daslu e seu noivo José Rudge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *