Música ótima, artistas idem, ouvidos refinados e sobrenomes tradicionais…

A cravista Rosana Lanzelotte é uma apaixonada pela música de qualidade. Além de executar divinamente seu piano forte, ela empreende um trabalho importante de difusão da música, em espetáculos gratuitos, e de dar oportunidade aos nossos músicos maravilhosos de mostrarem seu trabalho ao público. A abertura da segunda edição do Circuito BNDES Musica Brasilis foi no Teatro Municipal. Um espetáculo com texto de Tim Rescala, reunindo no palco Rosana Lamosa (soprano), Sandro Christopher (barítono), Maria Teresa Madeira (piano), Rosana Lanzelotte (piano forte) e Her Agapito (violino). Interpretaram lindamente Villa-Lobos, E. Nazareth, Chiquinha Gonzaga, L. Gallet, G. Velasquez

Participaram também jovens talentos egressos do Centro Cultural Cartola, como Nathan do Amaral (fez um sucesso tremendo), e da Filarmônica de Itabaiana. O espetáculo, que depois segue para São Paulo, Tiradentes, Ouro Preto, Aracaju, Maceió e Recife, teve narração de Malu Mader e Tim Rescala, direção geral da Lanzelotte, encenação e iluminação de Caetano Vilela e regência de Ricardo Kanji

E, depois desses momentos esplendorosos, Rosana Lanzelotte, como sempre faz, recebeu “o melhor do melhor” em sua belíssima casa. A saber: dona Zoé Chagas Freitas, Isabelle de Ségur, Adalgisa Campos da Silva, Antonio Negreiros, Maria Luiza Nobre, Aspásia Camargo, Claudio Petraglia, Isabel e Manoel Corrêa do Lago, Jany Santos (BNDES) e Eduardo Mendes, Silvia e Moyses Liberbaum

Música boa, artistas da melhor qualidade, ouvidos refinados, casa linda e sobrenomes tradicionais. Pode haver receita mais bem acabada de sofisticação?

Fotos de Cristina Granato

Rosana Lanzelotte DSC 7364 Os Bambas da Bela E¦üpoca Theatro Municipal do RJ Abril 2011 Música ótima, artistas idem, ouvidos refinados e sobrenomes tradicionais...

Rosana Lanzelotte

Rosana Lanzelotte DSC 7227 Os Bambas da Bela E¦üpoca Theatro Municipal do RJ Abril 2011 Música ótima, artistas idem, ouvidos refinados e sobrenomes tradicionais...

O jovem Nathan do Amaral, do projeto Cartola, na noite chiquérrima que começou no Municipal e prosseguiu em casa da cravista Rosana Lanzelotte no Jardim Botânico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *