Mr. Big

Existem brilhantes que se tornam famosos pelas histórias de romance e paixão que eles envolvem. De estalo, assim, a gente logo lembra do diamante em forma de gota, com 69 quilates, que Richard Burton presenteou a Liz Taylor e ganhou o nome de Taylor-Burton Diamond. Em seguida, lembro-me do brilhante que o milionário do vidro blindex, Sebastião Paes de Almeida, presenteou, nos anos 60, à amada Beki Klabin e ela atirou o anel pela janela da cobertura da Vieira Souto porque achou pequeno demais para o quilate dela…

Houve também o par de gotas de diamantes sensacionais, translúcidas, que Lily Marinho ganhou de seu apaixonado Roberto e bateu recordes no leilão da Sotheby’s, em Genebra, saindo por mais de três milhões de dólares. Ah, em 1970, a jovem jornalista Mariza Raja Gabaglia teve aos seus pés o provecto milionário Frank Hime, que lhe deu um solitário, logo apelidado por ela de Frankão 70!…

Viram como rapidinho logo me vieram à cabeça várias histórias sobre brilhantes bacanas? Histórias que alguns jornalistas depois pesquisam e publicam como deles, já vi esse filme várias vezes. Mas conto com o testemunho de vocês a meu favor, viram, queridos?… risos…

Pois bem, aí vai mais uma história de brilhante do high. Trata-se do Big Rock 2012, como está sendo chamado o brilhante que o Antonio Dias Leite presenteou à namorada Ana Carolina Gayoso, dona do restaurante Sushi Leblon. Não sei se o brilhante é mesmo toda essa Brastemp, pois ainda não vi, ou se esse frisson generalizado é efeito da atual secura de gestos generosos, cada vez mais raros de acontecerem. Verdade é que as poderosas do Rio não comentam outra coisa. Da Serra a Angra a Búzios, o assunto é só o presente apaixonado do Toninho, símbolo do amor mais puro e duradouro…

Ana Carolina não é exibida, mas já circulou por aqui e por Trancoso com o anel, que, dizem, além de ser “Big” é de uma clareza ímpar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *