MINISTÉRIO DA JUSTIÇA TRANSFERE A SEDE PARA ARMAZÉM DA UTOPIA!

FEIJOADA NO CAIS do Porto e não é a do Amaral. É a Feijoada do Cinema Brasileiro, em que vão ferver os astros e as estrelas do Festival do Rio para a alegria dos paparazzi credenciados pelo escritório de Liège Monteiro. Amanhã, a partir de uma e meia da tarde, com muita caipirinha de frutas, como os gringos adoram, ou pelo menos dizem que adoram para se mostrarem simpáticos…

OUTRO CONVITE que as pessoas estão se matando pra ter, mas este não são os  fotógrafos, são os atores de teatro, é para  o lançamento do filme de Ellen Ferreira “Barbara em cena”, um documentário sobre a severa crítica teatral Um retrato inédito sobre a professora, tradutora e crítica teatral Barbara Heliodora, reunindo depoimentos vários, inclusive dela própria, da filha, Patrícia, de Fernandona e Marília Pêra. No domingo, três da tarde, no Odeon…

MAS O glamour, os paparazzi e as conveniências serão deixados de lado na segunda-feira dando lugar à gravidade de uma causa importante, com a exibição do filme “Eu me lembro”, às 16 horas. Um documentário sobre a Caravana da Anistia…

UM REPRESENTANTE do Ministério da Justiça vai, em nome do estado brasileiro, pedir desculpas a três anistiados políticos. Quando ocorrem esses eventos, os locais onde acontecem, se tornam, temporariamente, no Ministério da Justiça. E é isso o que se dará com o Armazém da Utopia, sede do Festival do Rio. Durante a cerimônia o galpão do Cais do Porto será uma sede temporária do Ministério da Justiça do Brasil!…

NOS BASTIDORES do festival só se falava no filme “O meu pé de laranja lima”, de Marcos Bernstein, como forte candidato a Melhor Filme e também ao prêmio de Melhor Ator, pela comovente interpretação de José de Abreu como Portuga, o comerciante rico que fica amigo de Zezé, o menino endiabrado da obra de José Mauro de Vasconcelos…

MAS EIS que foi exibido “A busca”, do paulista Luciano Moura, e a turma ficou dividida. Nesse drama familiar tudo funciona redondinho: roteiro, direção, produção e desempenhos. Wagner Moura e Mariana Lima interpretam belamenteo casal em crise que redescobre o amor depois que o filho some de casa…

NO PAPEL do menino, Brás Moreau Antunes, filho do compostor Arnaldo Antunes…

OUTRO DESTAQUE nacional é o curta-metragem “Penas”, de Paulinho Caruso, filho do cartunista Paulo Caruso. Levou o público do Odeon ao delírio com a história de um homem que cria penas nos braços, espécies de asas. O curta impressionou pela criatividade do roteiro e os efeitos especiais nas cenas de vôo…

2 ideias sobre “MINISTÉRIO DA JUSTIÇA TRANSFERE A SEDE PARA ARMAZÉM DA UTOPIA!

  1. Boa tarde Hildegard:
    Gosto muito do seu blog pelo conteúdo e forma. Entretanto com a recente mudança no “lay-out” ficou muito difícil de ler devido ao exesso de desenhos (marca d’água) letras e fundo de página terem praticamente a mesma tonalidade.
    Atenciosamente
    Rosi, Paraná – Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *