Lula dá lição aos estudantes da UNE de como liderar e reivindicar

Tinha que ser o Lula. “Nunca, antes, na história deste país…”, um Presidente da República visitou a UNE pela segunda vez. Foi esta semana, na cerimônia, muito bem organizada, que lançou a pedra fundamental no projeto de reconstrução da entidade, em seu antigo terreno da Praia do Flamengo, agora devolvido a ela. Foi uma cerimônia diferente, fraternal, em que Lula e os estudantes se relacionaram “de igual para igual”, sem rapapés nem cerimônias. Com discursos claros e sinceros de parte a parte…

Luís Inácio estava com um astral alto, bem diferente dos Chefes de Estado quando se despedem do cargo, e fez um pronunciamento que foi verdadeira aula de liderança para os jovens. Ensinou-lhes, por exemplo, que sempre incluissem no meio de suas várias reivindicações coisas viáveis, factíveis. E explicou o motivo: ” Isso é importante até para o líder animar seus liderados, que se sentiriam desestimulados se houvesse apenas derrotas. Eles podem assim ter a sensação de que já conseguiram alguma coisa e depois conquistarão o resto”…

Muitas presenças, artistas vários. No palco, o arquiteto Oscar Niemeyer, autor do projeto da nova sede, o chanceler Celso Amorim e figuras históricas da UNE, como o jornalista Arthur Poerner e o único remanescente da fundação, em 1937, da União Nacional dos Estudantes, Hirun Sant’anna, 93 anos…

Na ocasião foi lembrado que o Congresso aprovou por unanimidade, sem qualquer contestação em todas as comissões por que passou, a destinação de uma verba de 45 milhões para a construção do prédio que dará lugar ao anterior, incendiado criminosamente e posteriormente demolido. E a coisa se dá com presteza: 30 milhões já estão na conta da UNE…

O que se vê é que o presidente Lula se despede, de cada setor, com inteligência e habilidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *