Ipanema gay

Não foi o Rio de Janeiro que se tornou paraíso gay internacional. Foi Ipanema. Ter um endereço no bairro virou sonho de consumo dos gays antenados do mundo inteiro, e cada vez é maior a presença de gays estrangeiros proprietários no bairro. Eles costumam comprar dois, três apartamentos, ficam com um e vendem os demais depois de reformá-los, lucrando com isso. E não dizem, quando estão lá fora, “tenho um apartamento no Rio de Janeiro”. Dizem “tenho um apartamento em Ipanema”. Os outros em volta babam de inveja…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *