Imortais da Medicina

Preenchidas duas vagas na Academia Nacional de Medicina. Uma delas, com disputa acirrada, que deu ao oftalmologista Oswaldo Moura Brasil o título de imortal, com 48 votos contra 33, para o atual presidente da Faperj, o cirurgião Ruy Garcia Marques, apoiado pelo acadêmico Sérgio Aguinaga. Moura Brasil teve ao seu lado os doutores acadêmicos Celso Portela, Barros Franco, Pietro Novelino, José Galvão Alves

O outro novo acadêmico eleito é o cirurgião-geral paulista dr. Samir Rasslan, Professor Titular da Cirurgia do Trauma da USP. Ele disputou com o obstetra carioca dr. Jorge Rezende Filho, apoiado pelo professor Montenegro…

E o meio médico já se movimenta lançando candidatos para a vaga aberta esta semana, com a sentida morte do ilustre acadêmico professor Levão Bogossian. Entre os candidatos cogitados está o cirurgião de reconstrução de face, dr. Ricardo Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *