HOMENAGEM A DORNELLES LOTA UM MÊS ANTES DE ACONTECER – SÓ ELE!

Excepcional não foi o salão de eventos da Associação Comercial do Rio de Janeiro estar lotado, pois isso via de regra acontece nas homenagens realizadas ali. Fora do padrão foi a lotação esgotar-se mais de um mês antes do evento! Para vocês verem o grau do prestígio e da estima de que desfruta o senador pelo Estado do Rio de Janeiro, o carioca-mineiro Francisco Dornelles...

Eufóricos, empresários, políticos e autoridades presentes também comemoravam a aprovação da Lei que reduz as multas aplicadas aos empresários por descumprimento de obrigações tributárias junto à Receita Federal. Eram cerca de 400 deles no almoço em torno de Dornelles, também extensivo na ocasião ao senador paranaense Sérgio Souza e ao deputado federal gaúcho Jerônimo Georgen, cujas atuações e articulações contribuíram, de forma decisiva, para a sanção da Lei 12.766, de 27 de dezembro de 2012.

O almoço-homenagem foi uma parceria da Associação Comercial com CRC, Firjan, Sescon, Unipec, Sindilojas, CDL, Sindicont e o escritório Gaia, Silva, Gaede e Associados…

Dornelles- 4O deputado federal Jerônimo Georgen (PP-RS), a presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro (CRC-RJ), Diva Maria de Oliveira  Gesualdi, o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) e o senador Francisco Dornelles

Dornelles- 2Francisco Dornelles e o presidente do Conselho Empresarial de Comércio de Bens e Serviços da ACRJ, Sindilojas-Rio e CDL-Rio, Aldo de Moura Gonçalves

Dornelles- 1O presidente da ACRJ, Antenor Barros Leal, o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, dom Edson de Castro Homem, representando o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta, e o senador Francisco Dornelles

Dornelles- 5

Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Eugênio Gouveia Vieira

Dornelles- 3

Presidente do Sindicato dos Contabilistas do Município do Rio de Janeiro, Damaris Amaral da Silva, e Dornelles

Fotos: Divulgação ACRJ

Uma ideia sobre “HOMENAGEM A DORNELLES LOTA UM MÊS ANTES DE ACONTECER – SÓ ELE!

  1. Una verguenza.
    A gente tem que pagar tudinho, mas os espetinhos só legislam em causa própria.
    Oh paizinho difícil de viver…
    Só os abençoados se dão bem…
    Até quando…?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *