Greve da PM, que abala turismo na Bahia, não repercute nas reservas cariocas

Este blog saiu em campo, para ouvir nossos homens do turismo sobre a possível repercussão aqui, na nossa indústria turística, deste affair da greve da PM na Bahia, que abala as reservas e os pacotes hoteleiros para o período de Momo por lá…

Do superintendente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes, Darcílio Junqueira, ouvimos que a greve dos policiais militares de Salvador não repercutiu no Rio de Janeiro. Nem negativa, nem positivamente…

Segundo Darcílio, o turista que procura o carnaval baiano tem perfil diferente daquele que busca o ziriguidum carioca e, por isso mesmo, dificilmente virá ao Rio, caso cancele a sua estada na Bahia…

“Estamos torcendo para que tudo seja resolvido na Bahia, que não haja prejuízo e eles não percam seus turistas. De qualquer forma, o Rio está sempre de braços abertos para receber todos os turistas”, disse, lembrando que a prefeitura carioca aprimorou a estrutura deste ano, se comparada ao ano que passou. “São mais leitos nos hotéis e melhor organização nas ruas”, informou. A cidade conta hoje com cerca de 22 mil quartos, significando um aumento de 10% se comparado ao mesmo período do início de ano de 2011…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *