FRANCES MARINHO ABRE A CASA DO JARDIM BOTÂNICO ESTA NOITE

23h01m

Globo News exibindo neste instante trabalhos que o artista plástico britânico Martin Creed criou em casa de Frances Marinho no Jardim Botânico. Na reportagem, Frances, ex-mulher de José Roberto Marinho, é apresentada apenas como Frances Reynolds, nome de solteira, mas ela ainda usa socialmente o sobrenome de casada, Marinho.

A casa linda, amarela, é a mesma no Jardim Botânico, onde ela viveu quando casada com José Roberto. Na época, um trabalho do arquiteto Sig Bergamin, com alguns ambientes da arquiteta Márcia Muller. Depois da separação, Frances foi para a Espanha e a casa se manteve por muito tempo alugada ao cônsul-geral do Japão.

Agora, na volta dela a residir no Rio com os filhos do casal, a casa ganhou modificações pela mesma arquiteta Muller, e recupera aquele dinamismo próprio dos endereços onde Frances vive, uma mulher totalmente voltada para as realizações e os muitos amigos.

O coquetel-vernissage de apresentações das obras de Creed aos amigos e comunidade artística do Rio começou hoje às 19 horas, em casa de Frances e ainda está acontecendo.

O artista mudou-se para a casa dela por um mês ou pouco mais do que isso, para criar as obras no próprio local (que o Jornal das 10 mostrou agora). Ele é um dos artistas contemporâneos de sucesso no momento na Inglaterra. Usou tudo que estava à mão. Mesas da residência sobrepostas e os próprios empregados, em portraits e esculturas.

Frances é uma colecionadora criativa e também uma empresária do setor de artes plásticas que sempre inova e surpreende. Uma mulher predestinada ao sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *