FILME QUE ENTRA EM CARTAZ NO BRASIL: AO POVO SÓ RESTA O CONFORTO DE REZAR. E QUE LAMBA OS BEIÇOS!

O amante da rainha, filme da Dinamarca indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, teve sessão especial no Espaço Itaú de Cinema em pré-estreia nacional. O filme entra em cartaz amanhã.

Na plateia, recebidos por Steve Solot, uma importante relação de diplomatas, cônsules estrangeiros, embaixadores e embaixatrizes que já passaram por vários postos no exterior, gente das artes, da cultura, do jornalismo, empresários, o top, enfim.

A noite lembrou-me uma daquelas sessões raras de Harry Stone em seu tempo de Motion Pictures.

Sala de cinema superlotada. Elegância. O embaixador Stelio Amarante, que responde pelas Relações Internacionais da Cidade do Rio de Janeiro, estava lá com Elisa. O diretor de cinema Nelson Hoineff. Gente do samba: Haroldo Costa e Mary Marinho. Da MPB: Ricardo Cravo Albin. Do empresariado: Ruth Stern. As embaixatrizes Julia Gibson e Anna Maria Thopson Flores, entre muitas. Da política, o tucano Márcio Fortes, com Célia.

Mas a única que não precisava ler as legendas era Siri Chateaubriand, porque é dinamarquesa. Na ausência do cônsul-geral dinamarquês, o país estava muito bem representado pela Siri…

O filme, um romance histórico sobre uma era radiosa daquele país, pouco conhecida, o primeiro momento do iluminismo na Europa, valendo até carta elogiosa de Voltaire ao rei, logo seguido de período tenebroso e obscuro, reacionário, de trevas, choro, censura, chibata, degola, sangue e ranger de dentes, é muito bem realizado, com excelentes interpretações do trio protagonista. Há de brilhar na Noite do Oscar.

Porém, em muitos daqueles assistência, e também em mim, brilhou como uma lâmpada acesa um sinal de alerta de que, depois de eras profícuas de governos com liberdade de expressão, alegrias, conquistas para o povo e realizações, seguem-se as trevas do reacionarismo, do obscurantismo, dos que não suportam compartilhar e desejam manter privilégios custe o que custar.

São os abonados, que querem sempre para si e apenas para si. Ao povo só resta o conforto de rezar. E que lamba os beiços…

Filme-Kate Lyra_Steve SolotKate Lyra e Steve Solot

Filme-Siri Chateaubriand_Steve Solot

Siri Chateaubriand

Filme-André Ramiro Andréa Coelho Schiavone Steve Solot

André Ramiro, a atriz Andréa Coelho Schiavone e Steve Solot

Filme-Nelson Hoineff e Kate Lyra

Nelson Hoineff e Kate Lyra

Uma ideia sobre “FILME QUE ENTRA EM CARTAZ NO BRASIL: AO POVO SÓ RESTA O CONFORTO DE REZAR. E QUE LAMBA OS BEIÇOS!

  1. Em breve circulando em versão piratinha a 3 reais o DVD :o)

    O mundo mudou aqui também, menina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *