Estrangeirismo em destaque na imortalidade

O imortal Arnaldo Niskier, como sempre, acrescenta e engrandece a Academia Brasileira de Letras com sua participação nas iniciativas da Casa de Machado de Assis. Desta vez, foi sua a apresentação, ontem, do Ciclo de Conferências Entre a gramática e a linguística – Estrangeirismo: um bem, um mal, no teatro lotado com imortais e mortais, intelectuais e candidatos a tal, porém todos unanimemente interessados na discussão do assunto tão polêmico…

Presidida pelo filólogo Evanildo Bechara, a conferência foi assistida pelos acadêmicosCícero Sandroni, Merval Pereira, Ivan Junqueira, Murilo Melo Filho, Domício Proença Filho e o secretário-geral Geraldo Holanda Cavalcanti, que representava a presidente Ana Maria Machado, no momento em Londres…

E ainda as presenças de Laura Sandroni, Zoé Chagas Freitas, Bernardo Cabral 

O professor Niskier citou um trabalho da pesquisadora Manoela Ferrari sobre estrangeirismo, desenvolvido para a PUC, e lembrou a obra de Machado de Assis, que usava termos de fora, sem praticar os excessos. Encerrou a palestra citando, como reflexão, a frase de Celso Cunha: “a mudança é inerente a todas as línguas vivas

IMG 3997 Cópia Estrangeirismo em destaque na imortalidade

Arnaldo Niskier e Manoela Ferrari

IMG 4000 Cópia Estrangeirismo em destaque na imortalidade

Laura e Cícero Sandroni

IMG 4031 Estrangeirismo em destaque na imortalidade

1ª fila imortal: Merval Pereira, José Murilo de Carvalho, Domício Proença Filho, Lêdo Ivo, Murilo Melo Filho e Alberto da Costa Silva

Os acadêmicos concordaram que os empréstimos das línguas estrangeiras não chegam a ameaçar a língua portuguesa, mas ressaltaram que é necessário evitar os excessos, como tudo na vida…

IMG 4008 Cópia Estrangeirismo em destaque na imortalidade

Imortal Evanildo Bechara

IMG 4003 Estrangeirismo em destaque na imortalidade

Imortal Geraldo Holanda Cavalcanti

IMG 3991 Cópia Estrangeirismo em destaque na imortalidade

Dona Zoé Chagas Freitas e Arnaldo Niskier

 

Fotos de Sebastião Marinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *