Está na hora de os jogadores virarem a mesa!

Se para quem assiste à Eurocopa é emocionante, para quem joga é muito mais. E, além de emocionante, é penoso e arriscado. Sobre isso escreve hoje o jovem carioca Ricardo Cordeiro Guerra, um expert em futebol, que vive nos EUA e contribui com seus artigos para uma profunda reflexão sobre o tema na imprensa internacional e, no Brasil, no Estadão. A revista francesa Le Nouvel Observateur e outros veículos americanos publicam o mesmo texto de Ricardo. Vale todos vocês lerem também…

Para vocês imaginarem de quão desumana é a Eurocopa 2012, “no calendário da competição, na primeira fase, as diversas seleções jogaram uma média de três jogos em menos de dez dias”, conta Ricardo, assim como conta que Portugal teve mais 48 horas para descansar para o jogo de ontem do que a Espanha. E ainda vem o Cristiano Ronaldo dizer que a derrota foi uma “injustiça”…

Tudo é uma injustiça! O sistema é injusto! E precisamos de muitos Ricardos Guerra guerreiros para terem a coragem de fazer apelos como ele faz, do tipo “está na hora de os jogadores virarem a mesa! Os jogadores unidos jamais serão vencidos!”… Leiam no link abaixo:

http://blogs.estadao.com.br/ricardo-guerra/o-calendario-do-futebol-e-absurdo-e-desumano/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *