Encontro Dilma e Obama, questão de cumprimento ou de comprimento?

Ao observador menos atento, pode ter parecido problema de postura. Não foi. A presidenta Dilma sentou-se de acordo com o figurino, os pés cruzados e para trás, as pernas jogadas ora para um lado ora para o outro, tudo correto, como recomendava a “dona Socila” de antigamente. Pode até ter havido um ou outro momento de descontração, mas, se houve algum descuido no encontro com Obama diante das câmeras fotográficas e da TV, não foi no cumprimento do protocolo por nossa chefe de Estado com 77% de aplausos da Nação. Foi no comprimento da saia…

dilma Obama US Brazil R Encontro Dilma e Obama, questão de cumprimento ou de comprimento?

A nossa presidenta da República, mulher sem tempo, sem cabeça e sem vocação para minúcias, precisa urgentemente de uma assessoria técnica abalisada de moda ou assessoria de guarda-roupa, como vocês queiram chamar…

Seu perfil não é, e isso já ficou claro, o de uma autoridade para propagandear no exterior as maravilhas de nossa indústria de confecção e a criatividade de nossos estilistas. Várias primeiras-damas estrangeiras já fizeram isso para seus países e fazem isso com sucesso, de Jackie Kennedy a Michele Obama. As nossas tentaram fazê-lo em suas viagens oficiais várias. Desde sempre, Sarah Kubitschek, Maria Teresa Goulart, Yolanda Costa e Silva, Dulce Figueiredo, Rosane Collor, Ruth Cardoso, Marisa Letícia, todas, a seu jeito, se esforçaram. A presidenta Cristina Kirchner encena verdadeiro fashion show, a cada uma de suas viagens oficiais. Margaret Thatcher, como primeira-ministra britânica, contratou assessoria e foi até eleita uma das Mais Bem-Vestidas do Mundo! Porém, esta não é a Dilma

Contudo, nossa Presidenta da República bem merecia um assessoramento qualificado, que lhe providenciasse 10 centímetros a mais na saia, nos encontros com outros chefes de estado…

Em tempo: o Instituto Zuzu Angel, primeira ONG de moda do país, criada para lembrar a memória da obra e da luta de Zuzu, me pede que transmita a nossa presidenta, ocupadíssima com os problemas nacionais, que coloca à sua disposição o corpo técnico, para uma assessoria de estilo, sem nada cobrar, nada mesmo, por isso. E ficará muito honrada caso ela aceite o oferecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *