Embaixadores e pernambucanos, na posse do novo imortal da ABL

Geraldo Holanda Cavalcanti, o embaixador poeta,  é o mais novo imortal da Academia Brasileira de Letras, desde ontem, quando passou a ocupar a cadeira que pertenceu ao bibliófilo José Mindlin

A noite de posse foi concorrida e com vários embaixadores prestigiando o companheiro de carrière:  Paulo Pires do Rio, Marcílio Marques Moreira, Frank Thompson Flores, com Anna Maria, Marcos Azambuja

 

Mostrando savoir faire, estavam lá o ministro Eros Grau e o presidente da Biblioteca Nacional, Muniz Sodré, que concorreram à mesma cadeira nº 29 conquistada por Geraldo. Futuros candidatos também foram vistos: a antropóloga Maria Beltrão; Rosiska Darcy de Oliveira, presidente do movimento Rio Como Vamos; e o ex-ministro Bernardo Cabral…

A solenidade foi presidida pelo imortal presidente da ABL, Marcos Vilaça, que, assim como Holanda Cavalcanti, é pernambucano. Outro de Pernambuco, que prestigiou a noite na Casa de Machado de Assis foi o vice-governador João Lyra. Eram 23 imortais presentes na noite black-tie, número expressivo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *