Em casa dos Grossi, fraternidade em estado puro

Tudo irrepreensível, como sempre é em casa dos Grossi. Lucinha é daquelas donas de casa aplicadas, que não existem mais, que administram uma casa com preciosismos de quem comanda uma super-empresa. Leva no bolso as anotações em papeizinhos post-it, que vai colando nas travessas, sopeiras, vasilhas da copa, nos armários da cozinha, nas bandejas já previamente separadas, com todas as orientações ao pessoal da casa, à cozinheira, ao copeiro, aos garçons, tudo mastigadinho, para na hora H tudo sair conforme o planejado. Não é sensacional?…

Era um almoço pequeno, íntimo, quase apenas familiar. E o requinte era de quem recebia a rainha da Inglarerra. Pois o capricho dos Grossi é proporcional ao carinho que o homenageado inspira. O aniversariante da tarde era o bispo dom Rafael Llano Cifuentes, que durante toda a vida secretariou o fundador do Opus Dei, Josemaria Escrivá de Balaguer, que foi canonizado, tornou-se santo…

No Brasil, por questões da política, o Opus Dei teve sua imagem confundida com as organizações de direita, praticamente uma maçonaria, uma TFP. Seus seguidores, contudo, defendem que o Opus Dei, que significa Obra de Deus, pretende e faz exatamente isso: difundir a vida cristã no mundo, no trabalho e na família, e o valor santificador do trabalho quotidiano. São pessoas leigas, casadas, solteiras, e sacerdotes, reunidos em torno desta finalidade, participando da missão evangelizadora da Igreja…

Pedi um suco de melancia, e lá veio o meu, temperado com gengibre. Nos tira-gostos, uma preciosidade: lâminas de gengibre banhadas no mel. Eu ainda não havia falado do valor terapêutico do gengibre neste blog e Lucinha, bem informada, já sabia de tudo! Um almoço delicioso, as saladas, a quiche, o arroz de pato, e não vou ficar descrevendo delícias para não despertar tentações e nós todos precisamos emagrecer, não é verdade?…

Porém, eu TENHO que falar do bolo. Lucia encomendou a uma doceira de Botafogo, Patrícia. Pediu que ele tivesse as devoções e os livros escritos por dom Rafael, que são tantos, obras importantes, com seu conteúdo evangelizador. E Patrícia, sensível, fez um trabalho perfeito. Tão bonito ficou que ninguém teve coragem de pedir a primeira fatia. E lá se foi dom Rafael, para a casa do Opus Dei, onde hoje se recolhe na Tijuca, levando seu bolo intocado, embrulhado em celofane, cuidados da Lucinha

Dom Rafael, além de religioso, é um homem do mundo, bem informado, bom papo, que conversa sobre todos os assuntos, aberto, que gosta de escutar e de rir. Foram muito agradáveis os momentos com ele, na varanda dos Grossi, com o casal Gonçalo Meirelles e o Sergio Villela, sem a Luiza, que está em Orlando

As presenças da tarde eram apenas a família Grossi e a família Opus Dei. Eu e meu marido nos sentimos privilegiados com o convite…

grossi Em casa dos Grossi, fraternidade em estado puro

Dom Rafael Llano Cifuentes, o bispo aniversariante, cercado pelo carinho de seus anfitriões, Pedro e Lucia Grossi, Claudia Villela Grossi e Pedro Grossi Neto. Logo acima, o bolo da doceira Patricia, de Botafogo, recomendada pela Gabriela Itagiba…

CIMG0674 Em casa dos Grossi, fraternidade em estado puro

Assim que chegou à mesa de doces, disse dom Rafael, brincalhão: “Vou comer uma barriga de freira”. E eu fotografei…

mãe de lucinha Em casa dos Grossi, fraternidade em estado puro Diná Martins Ferreira, mãe de Lucinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *