Difícil vai ser a Grande Rio levar Paulo Barros

A Grande Rio quer porque quer levar o Paulo Barros da Unidos da Tijuca para ela. Já ofereceu um caminhão de dinheiro. Mas acho difícil o Paulo aceitar. A liberdade que ele tem na Unidos, não vai ter em escola alguma, onde é amigo do rei, isto é, do Fernando, presidente da escola, que o trata com a mesma consideração com que um pai trata um filho, é seu confidente, um ombro amigo em todas as ocasiões. Compra as paradas, os caprichos e apoia todas as frentes que o Barros abre dentro da escola. Vai ser difícil encontrar ambiente igual em outro lugar. A breve experiência na Viradouros provou isso. De mais a mais, dinheiro não é tudo na vida. E financeiramente, também, Paulo está sendo muito bem recompensado. Para um artista, como Barros, trabalhar com alegria vale muito mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *