Debate fashion: da roupa de Dilma ao pimpão de Plínio!

Comentários de moda do debate RedeTV/Folha, no domingo à noite. Se a eleição fosse para Mais EleganteMarina Silva ganhava disparado. Ela tem apresentado um figurino impecável durante toda essa campanha, desenvolveu estilo próprio, na linha étnica-chic, jamais exagerado, jamais over, com muito equilíbrio. É uma intuitiva fashion, e o corpo magérrimo ajuda muito. Vestiu branco, assim como Dilma, pois a cor ilumina, favorece, e disso os marqueteiros sabem.  E a estola com estampa geométrico-tribal complementou muito bem…

Dilma estava correta, mas ainda não acertou o passo com a moda. Precisa de uma boa assessoria, que encontre para ela seu estilo fashion. E isso é muito importante, em se tratando de imagem. Fixa, marca, define. Dilma não tem corpo de modelo, comoMarina, por isso é preciso ainda mais atenção às proporções, ao tipo de decote, se fica bem de gola ou não, tipo de corte que não aumente o busto, altura do casaco etc. Precisa de um profissional que oriente seu guarda-roupa. Pensei que Herchcovitch  estivesse fazendo, como foi divulgado. Pelo visto, não está. E continuo achando que o cabelo de Dilma pede mais volume, dos lados e atrás, o que vai suavizar seu semblante e equilibrar queixo-boca…

José Serra precisa com urgência chamar o alfaiate e pedir para colocar ombreiras em todos os seus paletós. Os ombros estreitos, que ficam  mais estreitos ainda quando o paletó é escuro e ajustado, dão a impressão de debilidade e doença, o que é reforçado pelo tom exangue da pele do candidato. Serra me pareceu muito maquiado e a pele bem esticada, o que reforçou o comentário feito por Dilma no almoço de Lily Marinhode que não conhece “NENHUM candidato homem” que não tenha feito plástica…

Mônica Serra veste-se na década errada. Sempre 30 anos atrás. Aquele lacinho chato no coque na nuca é coisa dos anos 60 e olhe lá. A roupa não a favorece, a armação dos óculos a derruba, idem o penteado repuxado pra trás. É o protótipo da distraída fashion. Mas mulher de candidato à presidência não pode se dar a esse luxo. Tem que se dedicar mais ao seu visual. Mônica tem tudo pra isso: tempo, ambiente em que convive e, certamente, revistas em casa. Anime-se! Garanto-lhe que a roupa e o look certos hão de lhe fazer muito bem!…

O candidato Plínio de Arruda Sampaio, do Psol, preocupa pela fragilidade física. Fiquei torcendo para o debate acabar logo e ele ir pra casa fazer um escalda pés e tomar um chá de camomila bem quente, antes de vestir seu pimpão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *