De volta ao Brasil, os painéis de Portinari vão cumprir agenda apertada

VAI SER na terça-feira, no Municipal: Mais de 50 anos depois de terem saído do país, os painéis Guerra e Paz, de Candido Portinari, estarão de volta ao lugar de origem. A única vez em que os painéis foram vistos aqui foi em fevereiro de 1956, no próprio teatro, com a presença do então presidente Juscelino Kubitschek

DEPOIS, O trabalho do artista foi entregue às Nações Unidas e estava lá desde sempre, longe das vistas de todos nós brasileiros. Em sua volta ao país, um outro presidente vai acompanhar a abertura da exposição: Lula, além dos principais representantoes dos ministérios das Relações Exteriores, da Cultura e do Governo do Estado do Rio de Janeiro e do Projeto Portinari, que convidam…

FERNANDA MONTENEGRO, Milton Nascimento, o coreógrafo David Parsons e os bailarinos Ana Botafogo e Alex Neoral vão se apresentar na noite dos painéis Guerra e Paz, que ficarão expostas no teatro até o dia 30, com entrada franca para os visitntes. Em janeiro, eles seguem para o Palácio Gustavo Capanema, ali pertinho, para seu restauro, em ateliê aberto ao público, até maio de 2011. Várias exposições estão previstas para os painéis no Brasil, antes que sejam devolvidos à ONU, em agosto de 2013, quando está previsto o término da reforma no edifício sede da ONU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *