Como será o “triatlo” da posse de Dilma Rousseff, no dia 1º

Depois do convite para a transmissão da faixa presidencial, no Palácio do Planalto, aí está o convite para a recepção de posse, que a presidenta Dilma Rousseff oferece, logo em seguida, no Palácio do Itamaraty. E vocês notaram que o “presidenta” é a forma oficial, que veio para ficar, não?…

Convite recepção posse Como será o triatlo da posse de Dilma Rousseff, no dia 1º

Agora, vamos ao detalhe desse “triatlo” (definição da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira) que vai acontecer no dia 1º da posse, em Brasília

Há 40 dias, foi montado um Grupo de Trabalho no Ministério das Relações Exteriores, especialmente para coordenar esses mega eventos, envolvendo milhares de convidados…

Depois do desfile em carro aberto, em que Dilma será seguida pelo carro de seu vice, Michel Temer, haverá o juramento constitucional no Congresso, com um grupo menor de convidados, que ficarão posicionados no balcão envidraçado e, de lá, seguem para o Planalto, onde Dilma e Temer serão recebidos por Lula e José Alencar. É importante que se saiba que todo o arcabouço da festa foi feito no entendimento de que Alencar estará participando, e nós também torcemos para que isso aconteça…

Lula passa a faixa à sua sucessora e eles quatro – Lula, Dilma, Alencar, Temer – logo depois, descem juntos a rampa. Se não chover, a presidenta Dilma vai para o Parlatório, de onde falará a todos…

Depois de descerem a rampa, Lula e José Alencar entram no autobus e vão embora. Para o presidente Lula, será uma despedida bem diferente da de seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso, que desceu pelos fundos e partiu. Está programada, para Luís Inácio, uma despedida apoteótica, com ele sendo ovacionado à descida da rampa, ao som do Tema de Ayrton Senna, executado pela Banda do Exército. Sai de cena em grande estilo, como, aliás, merece…

Em seguida, todos se dirigem para o Palácio do Itamaraty. E a grande informação, que todos os convidados devem considerar, é que cheguem 45 minutos antes de cada evento, e quem avisa amiga é…

Lula não participará da recepção no Itamaraty, onde a figura principal será a presidenta Dilma Rousseff, que vai circular entre todos os convidados, assim como entre os chefes de Estado e chefes de Governo presentes, que inicialmente ficarão circunscritos à Sala das Duas Épocas, na frente do palácio…

Em torno da presidenta Dilma, não deverá haver, imagino, aquela euforia incontida como se viu em torno de Lula, no Dia da Diplomação, quando ele mais parecia o Pato Donald na Disneylândia, com todos querendo chegar perto dele, tirar foto com ele, tocar nele. E Lula, alegre, expansivo, atendia a todos, feliz, feliz. A presidenta Dilma faz outro perfil. É mais timida, mais recatada. Vai circular entre todos, educada e atenciosa, com seu jeito…

Entre os chefes e subchefes de Estado e de Governo, estarão lá o Hugo Chavez, da Venezuela, o Sebastián Piñera, do Chile, o Evo Morales, da Bolîvia, o da Colômbia, Juan Manuel Santos. De luto, Cristina Kirchner não vem. Vai mandar o chanceler da Argentina, Héctor Timerman. Mas Cristina deveria vir. Vai perder uma boa oportunidade de confraternizar com todos os seus pares da América Latina, como José Alberto Mujica, presidente do Uruguai, que vem acompanhado de sua mulher, a senadora mais votada do país, Lucía Topolansky, que viveu história semelhante à de Dilma, de sofrimento e tortura no cárcere. Lucia participou do Movimento de Libertação Nacional – Tupamaros, e esteve presa por 13 anos, até ser libertada após a ditadura…

Apesar de grande parte de sua bagagem já ter partido, Lula e dona Marisa ainda estão morando no Palácio do Alvorada, onde dormem pela última vez do dia 31 de dezembro para o dia 1º, quando será a vez de a presidenta Dilma Roussef entrar para ocupar o palácio, deixando a Granja do Torto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *