Cidinha Campos desabafa depois de receber bilhete azul da Band

O excelente programa local de Cidinha Campos, na faixa das 14h às 15h, era a maior audiência de toda a Band no Rio, com exceção do jornal à noite. Aqui em casa, mal terminava o Wagner Montes, na Record, a turma logo zapeava pra Cidinha, na Band. A gente não perdia. Porém, a emissora achou por bem tirar o programa do ar, de uma hora pra outra, sem dar a menor satisfação ao público, muito menos à Cidinha e sua equipe…

Vou contar pra vocês tintim por tintim como tudo se passou. Foi ao fim do programa do dia 31, quando um diretor da emissora chegou e falou pra Cidinha: “Seu programa vai acabar”. E ela: “Quando?”. Resposta: “Acabou hoje”. E Cidinha, indignada: “Sem avisar ao público? Temiam o quê? Que alguém fizesse uma desfeita no ar? Nós somos profissionais!”. A resposta: “Bem, nesse caso, você pode gravar o programa de despedida de amanhã”. E ela: “Não gravo, não. Se ficou feio pra mim, vai ficar feio pra vocês também. O meu povo vai me entender”…

E o desabafo a seguir é de Cidinha Campos feito a mim ainda há pouco: “O que me dói, Hilde, é que são 19 famílias de minha equipe sem emprego. Podiam fazer assim: “Acaba no mês que vem”. E aí todo mundo se organizava. Eu não vou sofrer, continuo deputada, ganhando meu dinheiro. Eles vão continuar pagando o restante do meu contrato, que vai até abril. Mas muita gente vai sofrer. Teve um rapaz que se mudou do interior com a família. Achavam que a equipe custava muito. Eram 19 pessoas, contando repórter de rua, editor, figurinista, tudo. Mas foram eles que estipularam esse número. Eu não sofri, porque a casca está mais grossa. Na Rádio Tupi fizeram igual”…

Cidinha Campos2 Cidinha Campos desabafa depois de receber bilhete azul da Band

Cidinha Campos se preparou e investiu em sua volta à TV, fez até uma cirurgia plástica, lembram?

Cidinha foi contratada, dentro de um projeto de “carioquização da Band“, para dar audiência no Rio. Ela alcançava share de 5%, de 7% e, às vezes, até mais. Sua média de audiência era de 4 pontos, 3 pontos e meio, o que é bem razoável, considerando que Xuxa, na Globo, dá 9. Cidinha pegava o horário com traço e, quando deixava, o horário despencava para traço novamente. Em seu quadro no antigo Fantástico ela dava 80 pontos no Ibope, mas aqueles eram outros tempos, em que não havia TV paga…

Convidada para abrir as portas do Rio de Janeiro para a emissora, como pessoa identificada com o Estado, ela ficou um ano e três meses no ar apenas, e ninguém me tira da cabeça que, com mais um ano, ela alcançaria os 10 pontos. Mas a emissora tinha pressa, não pôde esperar. O programa Brasil Urgente Rio, à tarde, custa quatro vezes mais do que o que Cidinha custava e dá metade de sua audiência…

Além disso, ao que se percebe, o departamento comercial da casa não acertou no modo de trabalhar o bom produto que tinha em mão. Está difícil, hoje em dia, encontrar vendedores experientes na mídia brasileira. Alguns departamentos comerciais parece que praticam a ‘venda de balcão’: ficam esperando o comprador bater na porta. E quando isso não acontece dá no que deu…

No lugar de Cidinha Campos, entrou um desenho animado, que é mais barato. E aquele projeto da Band ficar mais carioca, porque é uma emissora paulista, foi para o espaço…

Hoje, Cidinha e a antiga equipe de seu programa estão todos almoçando numa churrascaria carioca, a convite dela. Chorando as mágoas e confraternizando. Pois fazer o programa podia ser duro, matavam um leão por dia, mas era muito divertido e uma grande alegria sempre…

Power Rangers1 Cidinha Campos desabafa depois de receber bilhete azul da Band

Sai o noticiário dinâmico, vibrante, do cotidiano do Rio de Janeiro, por Cidinha Campos e entrou o seriado estrangeiro de animação Power Rangers, tirado de alguma gaveta, produção de mais de 20 anos atrás. Empregos zero, custo praticamente nenhum…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *