CELEBRANDO A MATRIARCA TAMBORINDEGUY, A AMAZONA DO CHOPIN

O número de anos celebrados era top secret. Aniversário da matriarca Tamborindeguy, Alice, na varanda do Marimbás, mesas floridas, amigos selecionados, família, todos chegando com presentinhos, carinhos, beijinhos, afeto, como as Tamborindeguy são e gostam.

A horas tais, a matriarca Alice sentiu calor e, rapidamente, Alice Maria, a filha, tomou as devidas providências: transferiu para o restaurante refrigerado as flores da decoração, o bolo com babados e a arrumação das mesas. Os convidados transferiram-se junto.

Uma noite com aquela generosidade farta que sempre marcou as reuniões das “Amazonas do Chopin”, como eu chamo essa família que só gera e produz mulheres poderosas. Todas lá: Alice mãe, com as duas irmãs Saldanha: Laís e Zaida Araújo, com as filhas. As filhas da aniversariante, Alice Maria, com a filha, Nicole; Narcisa, com as filhas, Mariana e Catarina.

Catarina Gerdau Johannpeter veio de Londres, onde estuda Relações Internacionais na Saint Regent, depois de trabalhar um ano no Grupo Gerdau, em Porto Alegre, com seu avô, Jorge Gerdau Johannpeter, após cursar marketing na Universidade Faap, em São Paulo. Em seguida à festa da avó, foi a Porto Alegre para uma reunião da família Johannpeter. Mata as saudades e retorna a Londres para passar mais três anos.

Narcisa convidava para o benefit Share the Love With Children. Um concerto-espetáculo realizado pela World Nurture Foundation, presidida pela polonesa Monika Jablonska. A festa vai se chamar “Uma noite. Mais refeições para as crianças”, no Hotel Sofitel, dia 8.

Narcisa, a grande patronesse, reuniu um time sensacional de celebridades para servirem de DJs da noite. De Maitê Proença a Marieta Severo. Mexe com a Narcisa, mexe!

O ponto alto da celebração tamborindeguista no Marimbás foram os discursos. Falaram as filhas, falaram as netas, falaram as amigas e falou até o genro, o jornalista Guilherme Fiuza, noivo da Narcisa. Ele discursou que foi uma boniteza só, entusiasmando tanto a aniversariante, que ela levantava os braços vitoriosa, lembrando a Alice dos áureos tempos das campanhas políticas que fez para o governador Leonel Brizola, de quem foi importante cabo eleitoral…

alice mãeFotos Serge Insomnia

2 ideias sobre “CELEBRANDO A MATRIARCA TAMBORINDEGUY, A AMAZONA DO CHOPIN

  1. Realmente essas Tamborindeguy são mesmo um portento… É de admirar mesmo! As acompanho há anos!!! Parabéns Dona Alice – pelo lindo time de caprichadas mulheres, que a Senhora gerou e muitos anos de vida pelo seu niver!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *