Celebração dos 35 anos sem Zuzu Angel transborda de emoção a Paróquia São Paulo Apóstolo

Texto de Andréa Cardoso

Foi emoção pura, a missa homenageando Zuzu Angel, que faz falta ao mundo, à moda e ao Brasil há 35 anos. Por seu trabalho maravilhoso de estilista e, principalmente, por sua luta incansável na busca do filho Stuart, preso e assassinado durante a Ditadura Militar, Zuzu é símbolo de fortaleza, exemplo de que nunca devemos desistir de nossos sonhos e da verdade, para que ela se faça presente…

Assim também se referiu a ela o padre Paulo, em sua homilia na São Paulo Apóstolo, lembrando que Zuzu buscou até a sua morte – ela também foi assassinada pela repressão – encontrar respostas para o “desaparecimento” do filho Stuart. Nunca desistiu. “Zuzu Angel era uma mulher de fé”, disse padre Paulo. Em outro momento: “Estamos aqui não para celebrar a morte, mas a vida desta mulher de fé”. Uma missa recheada de ótimas palavras em plena Quaresma, cujo tema da semana dizia “O Senhor Jesus ilumina nossa existência”…

Ao som de um órgão, a cantora Geni emocionou com sua voz afinadíssima de soprano lírico. Padre Paulo teve a companhia e a ajuda dos ministros da missa das 10h30 de domingo, Alda e José Paulo Soares, amigos preciosos. Enquanto os amigos de Zuzu, de Stuart, gente que viu e viveu a Ditadura, familiares, muitos amigos foram lembrar e rezar por Zuzu Angel. Eu e Mary Carvalho contabilizamos muitos nomes, outros a emoção não permitiu que víssemos. Eram mais de 300 pessoas na paróquia. Estavam, entre muitos mais:

Gente do Tortura Nunca Mais, amigos de Stuart, a ex-guerrilheira Marilia Guimarães, amigos de infância dos irmãos Angel, antigas clientes de Zuzu Angel, seus filhos e netos, o secretário dos Direitos Humanos, Antonio Carlos Biscaia, Pedro Grossi, Beth Winston, Pedrinho Aguinaga, Eliana Moura, Aristóteles Drummond, Wolney Pitombo, Sergio Figueiredo, Jorge Salomão, Mary Marinho, Amaro Leandro, Leda Nagle, o coreógrafo Nilson Penna, Nina Kauffmann, Gabriela Itagiba, Tereza de Barros Franco, Sonia Simonsen, Eliana Pittman, Harilda Larragoiti, Nana e Ricardo Cordeiro Guerra, Arnaldo Mourthé e sra., Bertha Mendes de Souza, Helcio Hime, Norma Aleixo, Cookie Richers, Alice e Narcisa Tamborindeguy, Tony Palha, Alberto maquiador, Maria Célia e Walter Moraes, Lilian e Sérgio Alevatto, Claudio Aboim, Tania Caldas, Vilma e Peter Reeves, desembargador Luiz Felipe Francisco, Angélique Chartouny, Léa Nigri, Eliana Benchimol, Gilsse Campos, Maria Clara Tapajós, Leleco Barbosa, Teresa e Luiz Xavier, Glaucia e Mauricio Zacharias, Elisa Ferraz, Antonio Pereira da Silva, Alicinha Silveira, Diana Vianna, Colmar Diniz, Mirian Gagliardi, Rawlson de Thuin, Wolney Pitombo, Pietro Novellino (presidente da Academia Nacional de Medicina), Beth e Carlos Alberto Serpa, Dea Liao, Luiz Carlos Prestes Filho, Lucy Sá Peixoto, Sydney Pereira, Mario Priolli, Lucília Lopes, Claude Amaral Peixoto, Marcelo Borges, dona Geni e os filhos, Vicente Mantuano e Hermê Caravello, Gilmar Peres, Maria Raquel de Carvalho, Beatriz e Coriolando Beraldo, Ilka Bambirra, Heloisa Aleixo Lustosa, Vera Bocayuva, Gonçalo Plantier, Alexandre com o pai Luiz Sette Câmara, May Mac Dowell, Therezinha Pittigliani, Renata Goulart, Mappy Carino, Alfredo Marques Vianna, Maria Tereza Belfort, Mimi Bueno Brandão com a filha e o genro, Claudio Gomes, Harilda Larragoiti, Rosane Castro Neves, Luciana Ramos (neta de Graciliano Ramos) com Peter Salenbauch, Silvinha de Souza, Marlene Rodrigues dos Santos, desembargador Galdino Siqueira Neto, Norah (viúva de Régis Cardoso), Wanda Watt, Ione Kegler, Ana Maria Leite Barbosa, Maria Tereza Jardim de Moraes, Luiz Carneiro, Manuel Lapa, Jacques Sherique, Regina Bogossian, José Roque, Gustavo Roque, Patricia e André Bogossian, Ivette Bogossian Najn, Aimée e Marum Roque, Wilma Bogossian Amaral, Amarilis Vianna, Judite e Roberto Lips, Marcia Bibiani, Superintendente de Museus da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Luiza Marcier (Projeto Museu da Moda Brasileira da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro/Instituto Zuzu Angel), Luiz Carlos Martins Machado e Celina de Farias, presidente e vice-presidente do Instituto Zuzu Angel, e mais alunos e professores do curso de moda IZA / Estácio de Sá. E mais e mais…

Uma celebração simples, como deveria ser, e participativa. Hilde e seu marido, Francis Bogossian, ajudando na Comunhão. Uma missa não para nos deixar tristes, mas para lembrar a força de Zuzu e sua memória querida que nos deixou um grande exemplo de amor…

Quanto às impressões da Hilde sobre a missa que ela fez realizar, logo, logo estarão aqui em seu blog. Hilde ainda está processando toda a emoção daqueles momentos tão intensos…

Fotos de Sebastião Marinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *