“Casar bem”

No almoço de ontem, no Gero, um dos assuntos eram as mães que “casam bem” as filhas. Yara Andrade, observadora, fez piada: “Casar bem”, leia-se casar com homem rico”…

Yara tem razão. Há expressões que as pessoas usam com a cara mais limpa do mundo e nem percebem a aberração que estão pronunciando. Uma delas é a expressão “casar bem” como eufemismo para “casar com homem rico”. É o que mais a gente escuta. “Ah, fulana casou a sua filha muito bem”. Isto é, casou sua filha com um cara endinheirado, que pode ser um chato de galocha, mal educado, grosso, retrógrado, ter mau hálito, o que for, mas tem grana. A filha “casou bem” mas vai ser tremendamente infeliz. “Casou bem” porque casou com o dinheiro, não com seu amor, e, se não der a sorte (muita sorte) de o marido, além de rico, ser um homem bacana, vai passar o resto da vida presa a essa dependên$$ia ou em longas brigas na Justiça. Cruz credo!…

Porque, meus amores, mesmo em pleno Terceiro Milênio, ainda tem gente que acha que casamento é emprego e meio de vida. Pior: agora há homens querendo a mesma coisa, o chamado “vidão”!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *