Casa da Morte de Petrópolis: um fato novo e muito preocupante!

A propósito do post aqui publicado, sobre a exposição-homenagem, no Palácio Rio Negro, à memória dos presos torturados na Casa da Morte / do Terror/ dos Horrores, em Petrópolis, que deverá se transformar em Museu da Resistência, recebi esta correspondência de Jane de Alencar, que representou, na cerimônia, todos os presos políticos que passaram por aquela casa macabra, contendo uma incrível, bombástica e preocupante informação

“Oi, Hildegard: tudo bem? Agradeço o espaço generoso que você dedicou no seu blog à campanha da transformação da Casa da Morte em Centro da Memória, Verdade e Justiça, em Petrópolis.

A única nota destoante, no dia da homenagem e da exposição, foi a notícia que evidencia a nostalgia do Exército dos tempos da ditadura. Você acredita que eles tiveram a coragem e o despudor de pedir para “ver e analisar” o conteúdo da exposição antes da inauguração?

O diretor do Palácio Rio Negro, Aluysio Robalinho, lógico, não permitiu essa intromissão indevida e respondeu que o comandante do Exército e seus subordinados estavam convidados para assistir à exposição.

Acrescentou, porém, que, assim como ele respeita o espaço do Exército, este também deve respeitar o do Palácio Rio Negro, onde a vontade do poder público e da coletividade são soberanas!

Se vc puder divulgar o site do Centro de Defesa dos Direitos Humanos e a Petição Pública que recolhe assinaturas para transformar a Casa da Morte no Centro de Memória, Verdade e Justiça, agradeço muito.

Sempre a admirei pela sua luta na defesa da memória dos nossos mortos e desaparecidos, da democracia e da justiça social.

um abraço carinhoso,

Jane de Alencar”

Atendendo ao pedido de Jane, aí vão:

Centro de Defesa dos Direitos Humanos – http://www.cddh.org.br/

Para assinar Petição Pública para transformar a Casa da Morte no Centro de Memória, Verdade e Justiça – http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N7357

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *