BRASILEIROS VOAM PARA GENEBRA PARA AS CERIMÔNIAS FÚNEBRES DO SÓCIO DA ROLEX

Foi ontem, em Genebra, na Catedral, a linda missa de despedida para Patrick Heiniger, o ex-CEO da Rolex, que morreu enquanto dormia, no dia 4, em Mônaco, aos 62 anos, vítima de câncer.

Patrick-Heiniger-posing-RolexPatrick Heiniger

Igreja lotada com amigos, que desembarcaram na Suíça chegando dos quatro cantos do mundo, a missa foi um grande concerto de música erudita e popular, em que cada etapa da cerimônia religiosa era intercalada por uma das canções preferidas de Patrick, executada por uma grande orquestra. Um verdadeiro espetáculo. Comovente espetáculo. Igreja completamente decorada com flores brancas. Tudo organizado pela mulher de Patrick, Nina Stevens, brasileira.

Helcius Pitanguy foi o grande amigo convidado a subir ao altar e falar no púlpito, homenageando a memória de Heiniger. Do Brasil, também estavam presentes a grande amiga Narcisa Tamborindeguy, com a filha, Catarina Gerdau, e Ricardo Rique, que conheceu Patrick numa das vindas dele ao Rio com Nina, quando foram recepcionados por Helcius e Narcisa.

O pai de Patrick, André Heiniger, desenvolveu o mercado da Rolex da América do Sul, a partir da Argentina, onde nasceu Patrick. Posteriormente, André foi CEO da Rolex nos Estados Unidos, de 1963 a 1992.

No obituário de Patrick, postado pela Rolex Magazine, há também uma expressiva homenagem a Nina Stevens, apresentada como sua “brazilian wife”, em que é dito que ele era “aparentemente louco por ela”, cuja influência sobre ele teve “um impacto significativo na estética do design dos relógios Rolex para mulheres”.

Patrick-Heiniger,-Nina-Stevens-Nikki-Haskell-Dinner-January-13,-2006Nesta foto, ambos usam modelos 36MM Rolex Day-Date , ele na versão Platinum e ela na versão ouro amarelo.

patrick Bejeweled-Leopard-Rolex-Daytona
Outro relógio Rolex da fase em que Patrick era o CEO da empresa e cuja inspiração é atribuída ao fascínio exercido sobre ele por Nina, sua segunda mulher: é o Leopard Rolex Daytona Joalheria.

Patrick-Heiniger-Former-Rolex-CEOA revista Rolex também exibe esta foto do casal Patrick Heiniger e Nina Stevens com Narcisa Tamborindeguy, no verão passado, aqui no Rio de Janeiro, e observa que ele já não aparentava estar com boa saúde. O câncer já se manifestava.

Entre os bens deixados por Heiniger está uma casa em Genebra, no centro da cidade, em terreno de cinco hectares, onde ele vivia com Nina. Ela não deverá continuar a viver sozinha na residência imensa, mas ficará em muito boa situação financeira, pois Heiniger a contemplou com generosidade no testamento, era o que se dizia na missa.

Abaixo, os filhos de Patrick, que deverão sucedê-lo na Rolex.

Patrick-Heiniger-daughte-Alicia-Heiniger-Alicia Heiniger, filha de Patrick, seguiu os passos do pai e foi trabalhar na Rolex depois que se graduou na universidade


 

6 ideias sobre “BRASILEIROS VOAM PARA GENEBRA PARA AS CERIMÔNIAS FÚNEBRES DO SÓCIO DA ROLEX

  1. Era fã de Hidelgard Angel. Ela era amiga de meu irmão Dario Campos, Vice Cônsul Geral do Brasil em New York/USA.

  2. Os meus sentimentos ao familiares …
    Um grande empresario que deixa sua historia no mundo e no Brasil .
    E nos negócios um grande empresario que o mundo se despede com seus sentimentos !

  3. meus sentimentos a toda a familia….não é facil administrar uma perda…mas aqui ele já fez a parte dele…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *