Bradesco, patrocinador da ArtRio, crê no fortalecimento das instituições através das artes

A ArtRio abriu hoje para convidados e amanhã abre para o público tendo como principal patrocinador o Banco Bradesco. Para falar a respeito, Jorge Nasser, o diretor de marketing do Bradesco, respondeu a algumas perguntas do Blog da Hildegard Angel sobre a participação do banco no evento e seu envolvimento com as artes plásticas no país. Leiam abaixo…

Jorge Nasser Bradesco, patrocinador da ArtRio, crê no fortalecimento das instituições através das artes

Jorge Nasser: além das artes plásticas, as festas populares

Blog da Hilde – Por que o Bradesco resolveu este ano patrocinar a ArtRio?

Jorge Nasser – O Bradesco percebeu o movimento em torno da ArtRio e desde abril deste ano vínhamos conversando com  Luiz Calainho e com  Brenda Valansi. Fomos conquistados por este movimento que transcende a própria feira e atinge o mercado das artes como um todo e também a Cidade do Rio de Janeiro e se consolida com uma grande feira de arte, a exemplo do que há nas grandes cidades do mundo.

Blog da Hilde – Além da ArtRio, o Bradesco patrocinou recentemente a exposição do escultor Ângelo Venosa no MAM-RJ. Devemos esperar outras ações de patrocínio do Bradesco junto à arte contemporânea?

Jorge Nasser -Nas artes em geral, o Bradesco está muito ativo. Em São Paulo, estamos com Garavaggio. Em breve, estaremos com Botero e, na OCA, em São Paulo, com a exposição Esplendores do Vaticano, que começa no fim de setembro. O Ângelo Venosa tem uma relação muito boa conosco e até doamos ao MAM-RJ uma obra daquele artista, que foi apresentada na Bienal do Mercosul.  Em breve, estamos planejando uma grande exposição de Luis Zerbini no MAM-RJ e de Adriana Varejão. Estes são nossos próximos projetos.

A partir do dia 27  leiam este blog em www.hildegardangel.com.br ou www.hildeangel.com.br

Blog da Hilde – Existe a possibilidade da criação de um prêmio ou de uma bolsa que o Bradesco possa oferecer para incentivar a carreira de novos artistas e estimular novos talentos?

Jorge Nasser – Não temos essa política de prêmios ou bolsas. O que queremos é propagar a visibilidade das artes e ampliar seu público. Queremos que o público tenha acesso a boas e grandes exposições, também levando-as a novas cidades, para que estas se desenvolvam como centros culturais. Estamos levando as exposições que patrocinamos a Porto Alegre, Fortaleza e Belo Horizonte. Queremos ampliar esse espaço, aumentar esse circuito, e não apenas através de exposições, mas também participando cada vez mais das festas populares brasileiras.

Blog da Hilde – O Bradesco possui um acervo de arte brasileira? E caso afirmativo ele está aberto ao público?

Jorge Nasser – Não, nosso acervo é pequeno e vem diretamente das aquisições de bancos menores. Nosso acervo é patrocinar grandes exposições e eventos, para que o público em geral tenha cada vez maior acesso e para que nossas instituições sejam fortalecidas. Achamos que isso é que uma instituição financeira privada deve fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *