Borbulhando na clarineta

APAGA VELINHAS, hoje, o clarinetista José Botelho, um dos mais conceituaos do país: são 80 anos de longa estrada de sucesso. Botelho foi por anos o primeiro clarinetista da Orquestra Sinfônica Brasileira, solista de orquestras como a Sinfônica Brasileira, do Teatro Municipal do Rio, do Municipal de São Paulo, de Campinas, de Blumenau, do Porto e de Lisboa… PROFESSOR DE clarineta da Uni-RIO, aposentado, até hoje é procurado por alunos e é figura indispensável em todos os cursos e festivais de música do país… SEM ESQUECER que compositores ilustres como José Siqueira, Francisco Mignone, Osvaldo Lacerda, Camargo Guarnieri e Guerra-Peixe lhe dedicaram algumas de suas obras… E ESTA coluna, que gosta de enaltecer os verdadeiros valores da cena brasileira, canta aqui os parabéns para Botelho. Ao som de clarineta, claro!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *