As mulheres do deserto do Atacama…

Gente fina é mesmo outra coisa. Sabem onde Romualdo Pereira comemorou os 70 anos neste feriado? No deserto do Atacama, em pleno frisson do resgate dos mineiros!…

A propósito, o que mais me tocou nesse episódio dos mineiros do Chile, além do fato incrível de eles serem resgatados a 700 metros da superfície da Terra, foram os reencontros dos maridos com as mulheres. Tanto afeto, tamanho amor, tanta efusão! Se alguém achava que a instituição do casamento já era teve bom motivo para mudar de ideia. Não só porque um único deles, entre 33, tinha amante, o que é um ótimo escore, como também pela demonstração delas de fibra, determinação, amor profundo, mantendo-se esses meses todos lá, grudadas naquela pedra, fazendo pressão local e internacional para que fosse dada uma solução. Levaram os filhos, foram viver em barracas, sob aquele sol tórrido do deserto, naquele frio das noites do Atacama, que são geladas, mas não arredaram pé, perdigueiras, fiéis, caninas no desvelo a seus homens, até eles serem resgatados.  Bacana, bonito demais. Amei!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *