As artes perderam hoje o notável Nilson Penna!

Morreu hoje pela manhã, Nilson Penna, aos 95 anos. Era uma lenda viva do mundo clássico do Rio de Janeiro, sobretudo do mundo do Teatro Municipal. Professor aposentado da UFRJ, e artista, Nilson era pintor, cenógrafo, figurinista, coreógrafo, dançarino ator e decorador. Veio bem jovem de Belém do Pará e desde 1937 frequentava o Municipal, de cuja história era profundo conhecedor. Tinha uma memória impressionante. A última vez em que nos vimos e nos abraçamos – Nilson, na cadeira de rodas – foi na missa dos 35 anos de morte de minha mãe, em 14 de abril, na Igreja São Paulo Apóstolo. Nilson também foi crítico de dança do Jornal do Brasil e, mesmo beirando o seu centenário, não parava de freqüentar os teatros cariocas, era visto em todos os acontecimentos artísticos e tinha até um blog, cuja última atualização foi no dia 22 de maio, com uma foto sua no quiosque Rainbow, onde foi assistir a um show de amigas drag queens. Na véspera, ele foi ao Teatro Sesc Ginástico assistir ao espetáculo de dança, do coreógrafo Carlos Laerte, Cabeção de negro. Vejam abaixo que vida cultural movimentada ele tinha…

nilson PEnna As artes perderam hoje o notável Nilson Penna!

Nilson, na plateia de Giselle, no Teatro Municipal, no último dia 23 de abril, em foto postada em seu blog com o comentário: “Mais uma vez assisti a este lindo ballet no Municipal”. Ele também disse: “Encontrei o Jaime, bailarino da Débora Colker, que nos contou sobre o novo espetáculo da companhia, Tatyana. Estou louco pra ver”. E ainda: “Também encontrei a querida Maria Luiza Noronha e o grande bailarino Desmond Kelly, que dirigiu esta montagem do Municipal, cuja versão é de Peter Wright”. Sabia tudo…

nilson pen As artes perderam hoje o notável Nilson Penna!

No domingo 10 de abril, ele foi fazer um passeio cultural no Centro e, no Museu Nacional de Belas Artes, reviu o quadro da I Missa no Brasil, e comentou: “Gosto muito de contemplar este belíssimo quadro do Victor Meireles”…

nilson p As artes perderam hoje o notável Nilson Penna!

No dia 28 de março, Nilson compareceu ao vernissage de Laurie Anderson, no Centro Cultural Banco do Brasil, e fez o registro: “Tinha muita gente interessante e encontrei vários amigos. Reencontrei o mano Caetano, que há tempo não via pessoalmente”…

Ele se manteve assim: ativo e respirando arte até o último de seus minutos. Nilson Penna foi um notável exemplo para todos seguirmos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *